Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha do Brasil prevê inaugurar estação na Antártica em 2020, oito anos após incêndio

Obra é executada por uma empresa chinesa e, segundo a Marinha, se aproxima do final. Incêndio em 2012 destruiu estação, e dois militares morreram.
Por Guilherme Mazui | G1 — Brasília

Passados sete anos desde o incêndio que destruiu a Estação Antártica Comandante Ferraz, a Marinha prevê inaugurar a nova estação em março de 2020.

Executada pela empresa chinesa Ceiec, a obra se aproxima do final, segundo a Marinha, que prevê concluir as obras civis e a instalação de máquinas e mobiliário até 31 de março, iniciando um período de testes do complexo científico até março de 2020. Após os testes, a estação poderá receber militares e pesquisadores.

"A previsão de inauguração é março de 2020, quando os pesquisadores e o Grupo-Base [de militares] deverão ocupar em definitivo as instalações da nova Estação Antártica Comandante Ferraz", informou a Marinha ao G1.

Com investimento de US$ 99,6 milhões, o complexo receberá profissionais que atuam no Programa Antártico Brasileiro (Proantar), criad…

Pelicanos comemoram 50 anos



Mais de 300 ex-integrantes do 2°/10° GAv, mais conhecido como Esquadrão Pelicano, responsável pelas missões de busca e resgate em todo o território nacional, estiveram presentes nas comemorações dos 50 anos de serviços da unidade.

O evento, que aconteceu na Base Aérea de Campo Grande, sede dos Pelicanos, contou com a participação de diversas autoridades, civis e militares, que vieram de diversas partes do Brasil.

Para marcar a significativa data, diversos eventos foram realizados. No dia 7 de dezembro, foi feita uma Demonstração Operacional, simulando o resgate de um piloto acidentado.

Foram empregados um helicóptero H-1H, um avião SC-95B Bandeirante, pára-quedistas de resgate entre outros militares. Na simulação, três pára-quedistas saltaram para socorrer a “vítima”.

Depois dos primeiros atendimentos médicos, dois homens de resgate desceram de rapel do H-1H e ajudaram a preparar o “piloto acidentado” para ser içado até o helicóptero.

O evento emocionou os presentes que puderam conhecer melhor o trabalho dos Pelicanos. Para os ex-integrantes do Esquadrão, que estavam presentes, foi uma oportunidade de relembrar as missões das quais participaram nos primórdios do Serviço de Busca e Salvamento no Brasil.

No dia 8, aconteceu a solenidade militar com a participação do Tenente-Brigadeiro-do-Ar Willian, Tenente-Brigadeiro-do-Ar Rolla, Tenente-Brigadeiro-do-Ar Sandim, entre outras autoridades.

Os ex-integrantes do Esquadrão Pelicano, também, participaram do evento, desfilando junto com os militares do Esquadrão. O grupamento foi comandado pelo Tenente-Brigadeiro-do-Ar Rolla.

Os convidados receberam um Livro Histórico e um DVD contando a trajetória dos Pelicanos em seus 50 anos de vida.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas