Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Defesa do Brasil tem maior gasto com pessoal na década, e investimento militar cai

Despesas com ativos e inativos crescem R$ 7,1 bi em 2019, reflexo de aumento salarial
Por Igor Gielow e Gustavo Patu | Folha de S.Paulo

A previsão de gasto militar para o primeiro ano de governo do capitão reformado do Exército Jair Bolsonaro (PSL) traz o maior aumento de despesa com pessoal em dez anos e uma redução expressiva do investimento em programas de reequipamento das Forças Armadas.
Não fosse uma criatividade contábil dos militares, que conseguiram recursos com a capitalização de uma estatal para comprar novos navios, a despesa de investimento seria a menor desde 2009.

A Folha analisou a série histórica com a ferramenta de acompanhamento orçamentário Siga Brasil, do Senado. Para este ano, o Ministério da Defesa, ainda na gestão Michel Temer (MDB), planejou gastar R$ 104,2 bilhões, o quarto maior volume da Esplanada.

Desse montante, R$ 81,1 bilhões irão para pessoal, R$ 13,3 bilhões, para gastos correntes (custeio) e R$ 9,8 bilhões, para investimentos. Os valores não incluem o con…

Operação Curare



Em 29 de março, as tropas do Comando de Fronteira - Roraima / 7º Batalhão de Infantaria de Selva e do 1º Batalhão de Infantaria de Selva embarcaram às regiões de Pacaraima e Auaris, respectivamente, iniciando a Operação Curare, em aeronaves C-105 Amazonas da Força Aérea Brasileira.

O exercício consiste em intensificar a presença do Exército nas faixas de fronteiras do Estado. A operação encerra no dia 8 de abril.

A Curare, também tem por objetivo, segundo o comandante da 1ª Brigada de Infantaria de Selva, general Carlos Alberto Barcellos, atuar preventivamente e se necessário for, repressivamente para combater os crimes transfronteiriços.

A operação foi planejada no ano passado, pelo Comando Militar da Amazônia e inclui incursões de tropas da 1ª Brigada de Infantaria de Selva nas cidades de Boa Vista, Bonfim, Normandia e Pacaraima.

Ao mesmo tempo, é realizado o adestramento dos pilotos do 4º Batalhão de Aviação do Exército, sediado em Manaus (AM).

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas