Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Prestes a 'ganhar' território do tamanho da Arábia Saudita, Brasil carece de recursos para defesa

A ONU deve ratificar no próximo mês, o pleito brasileiro em estender sua faixa de águas jurisdicionais em pelo menos 2,1 milhões de km², uma área equivalente à extensão da Arábia Saudita. Para especialista ouvido pela Sputnik Brasil, movimento precisa vir acompanhado de modernização da Marinha.
Sputnik

Como a Sputnik Brasil mostrou em maio, a demanda já dura há pelo menos 30 anos e tem relação com medições técnicas sobre o ponto onde termina o Brasil continental e até onde é lícito explorar as águas do entorno. O mar territorial brasileiro têm atualmente cerca de 12 milhas náuticas (22 quilômetros) na faixa de água e uma zona econômica exclusiva de 200 milhas náuticas (370 quilômetros). Na parte de solo e sub-solo, área na qual o Brasil pleiteia a extensão, há um limite de mais 200 milhas regulamentadas.

Responsável pela proteção da área oceânica, a Marinha brasileira vem desenvolvendo pesquisas na região desde 2004. Os militares já identificaram potencial possibilidade de exploração de …

Ataques de homens-bomba do Talibã matam 10 no Afeganistão

OperaMundi - EFE

Ataques terroristas no Afeganistão, sendo eles um assalto e um atentado suicida, mataram neste domingo oito soldados e dois policiais e deixaram 24 pessoas feridas, indicaram fontes oficiais.

Em Kunduz, capital da província homônima, um grupo formado por quatro insurgentes assaltou um centro de formação do exército e enfrentou as forças de segurança a tiros. Três soldados e dois policiais morreram, declarou o chefe da polícia provincial, Abdul Rahman Sayedkheli, à agência de notícias espanhola Efe. Um médico local disse à Efe que o hospital da cidade recebeu 15 feridos. 

O centro fica a apenas 200 metros do centro da capital da província, onde a chanceler alemã, Angela Merkel, esteve em visita-surpresa no sábado para se reunir com as tropas alemãs na região.

O vice-governador de Kunduz, Ahmadullah Danish, afirmou que um dos agressores morreu em um primeiro tiroteio e que outro explodiu o cinturão-bomba que portava, enquanto os dois restantes morreram após um combate de uma hora contra as forças de segurança. Horas mais tarde, no entanto, o chefe da polícia provincial disse à agência de notícias espanhola Efe que um dos quatro assaltantes ainda estava no interior do edifício e que os policiais estavam tentando capturá-lo com vida. Pouco depois, cinco soldados perderam a vida e nove outras pessoas ficaram feridas em um ataque suicida em Cabul, segundo o Ministério do Interior.


Táticas frequentes


Dois terroristas suicidas atacaram um ônibus militar em frente ao reduto norte-americano de Camp Phoenix, localizado na conflituosa estrada de Jalalabad, na capital afegã. Um deles foi atingido pelos disparos das forças de segurança, mas o outro conseguiu ativar a carga explosiva que tinha acoplada em si próprio.


Os talibãs já assumiram a autoria tanto do ataque em Kunduz quanto do atentado suicida de Cabul, e disseram ter causado a morte de 12 soldados no primeiro ataque e de 13 no segundo.


Os assaltos e atentados são duas táticas frequentes empregadas pelos insurgentes afegãos em suas tentativas de conseguir a retirada das tropas estrangeiras presentes no Afeganistão e a implantação de um regime político de caráter fundamentalista no país.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas