Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Trump diz que novas sanções dos EUA sobre Irã miram líder supremo

O presidente norte-americano, Donald Trump, disse nesta segunda-feira que os Estados Unidos estão impondo novas sanções sobre o Irã, em meio a uma escalada nas tensões entre os dois países.
Por Steve Holland | Reuters 
WASHINGTON: Trump disse a repórteres que as sanções, que têm como alvo o líder supremo iraniano, aiatolá Ali Khamenei, são em resposta à derrubada de um drone norte-americano na semana passada.

Japão e EUA concluem suas maiores manobras militares conjuntas

EFE

O Japão e os Estados Unidos concluíram nesta sexta-feira a semana de manobras conjuntas no Mar do Japão (Mar do Leste) destinadas a interceptar supostos ataques com mísseis sobre o arquipélago japonês e que, com quase 45 mil militares, foram as maiores efetuadas por ambos os países.

Fontes oficiais confirmaram à Agência Efe o encerramento dos exercícios militares, que começaram no último dia 3 com a participação de 34.100 soldados japoneses e 10.400 americanos.

Nas manobras foram utilizados 40 navios do Japão e 20 dos EUA, entre eles o porta-aviões nuclear "George Washington", além de 250 aviões japoneses e 150 americanos.

Pela primeira vez, vários militares da Coreia do Sul participaram dos exercícios como observadores, em uma mostra de unidade diante da ameaça norte-coreana na região após o ataque de Pyongyang a uma ilha sul-coreana no dia 23 de novembro, que deixou quatro mortos.

As manobras militares, as décimas realizadas conjuntamente por forças japonesas e americanas desde 1986, estavam previstas antes do ataque norte-coreano e foram feitas em uma área afastada das águas territoriais chinesas para evitar suspeitas de Pequim.

Os EUA e a Coreia do Sul também realizaram exercícios militares conjuntos no final de novembro no Mar Amarelo (Mar Ocidental), como resposta às "provocações" da Coreia do Norte.

Washington fez um apelo a Tóquio e a Seul para reforçar a aliança trilateral em consequência do aumento da tensão na península coreana e nesta quinta-feira o chefe do Estado-Maior americano, o almirante Mike Mullen, convidou o Japão a se unir ativamente nas manobras conjuntas que no futuro sejam feitas pelos EUA e a Coreia.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas