Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2011

Postagem em destaque

Radicais sírios estariam recebendo armamento dos EUA através da fronteira com Jordânia

Enquanto o exército sírio parece estar pronto para uma grande ofensiva na província de Daraa, os grupos radicais que operam na região estariam recebendo grandes remessas de material bélico "Made in USA".
Sputnik

Os grupos militantes que atuam no sul da Síria receberam uma grande quantidade de armas e munições fabricadas nos EUA, incluindo mísseis antitanque TOW, informou a agência de notícias FARS.

De acordo com a FARS, o armamento foi entregue através da fronteira com a Jordânia no âmbito de um novo plano dos EUA para assegurar mais apoio a estes grupos na Síria.

A agência informou também que os grupos militantes na província de Daraa começaram a se preparar para impedir a ofensiva do exército sírio.

No início deste mês, o exército sírio intensificou as ações no sudoeste do país, controlado por radicais, perto da fronteira com a Jordânia e as Colinas de Golã, ocupadas por Israel.

O Ministério da Defesa da Rússia acrescentou que as forças do governo sírio, apoiadas por um grande a…

Odebrecht costura parceria ou a aquisição da Mectron

A difícil tarefa de vender o Rafale

F-X2: “Jobim fechou as portas”, diz Luiz Marinho

Dilma quis desistir de caças e submarinos

F-35B poderá ser cancelado, afirma secretario da defesa

Dilma baralha programa F/X

Treinador chinês concorrerá no mercado americano

Crise atinge AVIBRAS

Expulsa da Marinha americana, acusada de usar drogas, mariner nascida no Brasil diz que só tomou um Tylenol

Jobim descarta russos na licitação de caças da FAB

Dilma dividirá com Conselho de Defesa desgaste sobre caças

Blair: Ocidente deve estar preparado para ação contra Irã

Após caças, Dilma revê compra de navios

Rússia ratifica tratado de desarmamento nuclear Start

Tropas gaúchas que vão ao Haiti em fevereiro treinam em Pelotas

Comparar salários é humilhante para militares

Ex-espião americano com agenda própria controla uma CIA privada

Dilma desistiu de acordo após aval de Lula