Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2011

Postagem em destaque

Turquia quer ajudar Iraque a combater curdos em Kirkuk

A Turquia informou nesta segunda-feira que estava pronta para ajudar o governo iraquiano a expulsar os combatentes curdos da cidade de Kirkuk, informou AFP.
Sputnik

Ancara teme que a eventual independência do Curdistão iraquiano pode desencadear movimentos semelhantes entre a população curda na Turquia e saudou a operação das forças iraquianas para expulsar as forças do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) de Kirkuk.


"Estamos prontos para qualquer forma de cooperação com o governo iraquiano de modo a acabar com a presença do PKK no território do Iraque", disse o ministro das Relações Exteriores da Turquia, Mevlut Cavusoglu.

O Conselho de Segurança Nacional do Iraque afirmou neste domingo que considerará a presença de militares curdos em Kirkuk como um "declaração de guerra".

Na segunda-feira, as forças iraquianas tomaram amplos territórios nos arredores da cidade, bem como uma base militar, um aeroporto e um campo petrolífero.

Em 2014, as tropas peshmerga curdas …

Odebrecht costura parceria ou a aquisição da Mectron

A difícil tarefa de vender o Rafale

F-X2: “Jobim fechou as portas”, diz Luiz Marinho

Dilma quis desistir de caças e submarinos

F-35B poderá ser cancelado, afirma secretario da defesa

Dilma baralha programa F/X

Treinador chinês concorrerá no mercado americano

Crise atinge AVIBRAS

Expulsa da Marinha americana, acusada de usar drogas, mariner nascida no Brasil diz que só tomou um Tylenol

Jobim descarta russos na licitação de caças da FAB

Dilma dividirá com Conselho de Defesa desgaste sobre caças

Blair: Ocidente deve estar preparado para ação contra Irã

Após caças, Dilma revê compra de navios

Rússia ratifica tratado de desarmamento nuclear Start

Tropas gaúchas que vão ao Haiti em fevereiro treinam em Pelotas

Comparar salários é humilhante para militares

Ex-espião americano com agenda própria controla uma CIA privada

Dilma desistiu de acordo após aval de Lula