Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Exército sírio retoma base aérea de Abu al-Duhur controlada por militantes desde 2015

O exército sírio expulsou os terroristas do aeródromo de Abu al-Duhur, na província de Idlib, que estava sob controle de grupos armados ilegais desde setembro de 2015, informou o Ministério da Defesa russo.
Sputnik

"Como resultado da ofensiva, as tropas sírias expulsaram os radicais do aeródromo de Abu al-Duhur que estava sob controle de grupos armados desde setembro de 2015", diz-se no comunicado do ministério russo.


O ministério também informou que as forças governamentais sírias cercaram uma grande concentração de terroristas da Frente al-Nusra (grupo terrorista proibido na Rússia) na província de Idlib.

Segundo o comunicado, as unidades de ataque das tropas governamentais, lideradas pelo general sírio Suheil Hassan, juntaram-se às forças da milícia e realizaram uma ofensiva ao longo da rodovia Aleppo-Hama.

Desta maneira, segundo o ministério russo, foi posto fim ao cerco de uma grande concentração da Frente al-Nusra na parte oriental de Idlib.

Em 10 de janeiro, uma fonte infor…

Bloqueio econômico da RPD (República Popular de Donetsk) foi intensificado

As lojas rapidamente ficaram vazias, nem um único veículo com alimentos chega à cidade de Donetsk.


Sputnik

Isso é mais do que uma preocupação séria, disse o vice-presidente do Conselho Nacional da autoproclamada República Popular de Donetsk (RPD), Denis Pushilin.


Denis Pushilin, o representante da autoproclamada República Popular de Donetsk
© Sputnik/ Artyom Zhitenev
O bloqueio econômico de Donetsk não apenas continua, como se intensifica, disse à agência noticiosa russa RIA Novosti o vice-presidente do Conselho Nacional de RPD Denis Pushilin.

"O que preocupa é o bloqueio econômico. As lojas ficam vazias muito rapidamente. Nem um único veículo com alimentos é deixado passar [para a cidade de Donetsk]. Este fato provoca preocupações mais do que sérias. Podemos dizer que o bloqueio está sendo reforçado. Isto é contrário ao conjunto de medidas que foi assinado em Minsk", disse ele.



Postar um comentário