Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Turquia quer ajudar Iraque a combater curdos em Kirkuk

A Turquia informou nesta segunda-feira que estava pronta para ajudar o governo iraquiano a expulsar os combatentes curdos da cidade de Kirkuk, informou AFP.
Sputnik

Ancara teme que a eventual independência do Curdistão iraquiano pode desencadear movimentos semelhantes entre a população curda na Turquia e saudou a operação das forças iraquianas para expulsar as forças do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) de Kirkuk.


"Estamos prontos para qualquer forma de cooperação com o governo iraquiano de modo a acabar com a presença do PKK no território do Iraque", disse o ministro das Relações Exteriores da Turquia, Mevlut Cavusoglu.

O Conselho de Segurança Nacional do Iraque afirmou neste domingo que considerará a presença de militares curdos em Kirkuk como um "declaração de guerra".

Na segunda-feira, as forças iraquianas tomaram amplos territórios nos arredores da cidade, bem como uma base militar, um aeroporto e um campo petrolífero.

Em 2014, as tropas peshmerga curdas …

Putin: “Cortar o gás a Donbass cheira a genocídio"

O presidente russo, Vladimir Putin, disse nesta quarta-feira que a cessação do fornecimento de gás por parte de Kiev para o Donbass "cheira a genocídio".


Sputnik

“Além de haver lá (em Donetsk, Lugansk) fome, de a OSCE afirmar que há uma catástrofe humanitária, ainda por cima desligam o fornecimento de gás! Como se chama isto? Isto já cheira a genocídio”, disse Putin numa conferência de imprensa após reunião com o seu homólogo cipriota, Nicos Anastasiades.


Vladimir Putin
© Sputnik/ Aleksei Druzhinin
“Aparentemente, há alguns líderes ucranianos que não compreendem as questões humanitárias. O próprio conceito, na minha opinião, é esquecido”, acrescentou.

Putin disse que quando ele discute essas questões com a liderança ucraniana, ouve em resposta: "eles mesmos estão combatendo, não vamos pagar nada a eles".


Postar um comentário