Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Turquia quer ajudar Iraque a combater curdos em Kirkuk

A Turquia informou nesta segunda-feira que estava pronta para ajudar o governo iraquiano a expulsar os combatentes curdos da cidade de Kirkuk, informou AFP.
Sputnik

Ancara teme que a eventual independência do Curdistão iraquiano pode desencadear movimentos semelhantes entre a população curda na Turquia e saudou a operação das forças iraquianas para expulsar as forças do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) de Kirkuk.


"Estamos prontos para qualquer forma de cooperação com o governo iraquiano de modo a acabar com a presença do PKK no território do Iraque", disse o ministro das Relações Exteriores da Turquia, Mevlut Cavusoglu.

O Conselho de Segurança Nacional do Iraque afirmou neste domingo que considerará a presença de militares curdos em Kirkuk como um "declaração de guerra".

Na segunda-feira, as forças iraquianas tomaram amplos territórios nos arredores da cidade, bem como uma base militar, um aeroporto e um campo petrolífero.

Em 2014, as tropas peshmerga curdas …

Brasil negocia importação de sistema de segurança testado em Sôtchi-2014

Aparato, que deverá reforçar segurança durante os Jogos Olímpicos de 2016, inclui meios de defesa aérea, sistemas de comunicação e de cidade segura, entre outros.


RIA Nóvosti

A Rosoboronexport, empresa estatal responsável pelas vendas de equipamento militar ao exterior, está propondo a clientes estrangeiros, incluindo o Brasil, um sistema integrado de segurança semelhante ao utilizado nas Olimpíadas de Sôtchi, em 2014.


Brasil negocia importação de sistema de segurança testado em Sôtchi-2014
Sistema é composto por vários elementos: meios de defesa aérea, sistemas de cidade segura e sistemas de comunicação, entre outros Foto: RIA Nóvosti

“As negociações sobre a sua utilização já estão ocorrendo no Brasil, que está se preparando para os Jogos Olímpicos de 2016”, anunciou na segunda-feira passada (2) à rádio Ekho Moskvi o vice-diretor da Rosoboronexport, Serguêi Goreslávski.

“Trata-se de um sistema de segurança integrado e baseado em tecnologia russa. Ele está assentado sobretudo no sistema de segurança e defesa aérea Pantsir S-1, que foi aplicado com sucesso para garantir a tranquilidade durante os Jogos Olímpicos de Sôtchi”, acrescentou Goreslávski.

Segundo o vice-diretor da Rosoboronexport, o sistema é composto por vários elementos: meios de defesa aérea, sistemas de cidade segura e sistemas de comunicação, entre outros.

“Esperamos fechar ainda este ano o contrato com o Brasil para entrega do sistema de defesa antiaérea Pantsir”, arrematou Goreslávski.


Postar um comentário