Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Super Tucano em teste pela Força Aérea dos EUA sofre acidente

Queda sem causa ainda definida é má notícia para a fabricante brasileira, que disputa concorrência com americanos
Igor Gielow | Folha de S.Paulo

Um turboélice A-29 Super Tucano, fabricado pela Embraer, caiu durante um exercício de ataque leve conduzido pela Força Aérea dos EUA em um campo de provas do Novo México, na sexta (22).

Dois tripulantes conseguiram se ejetar. Segundo comunicado da base de Holloman, um dele se feriu levemente e foi medicado, enquanto não há detalhes do estado do segundo. A causa do acidente não foi divulgada.

O avião participa da fase final da competição para fornecimento de aviões leves para missões de ataque a solo e reconhecimento. Inicialmente, os EUA querem adquirir 15 unidades, para depois expandir a até 120. Elas servirão para substituir o famoso A-10 Warthog (Javali, em inglês), um modelos subsônico a jato fortemente armado e blindado que opera desde 1977.

Os americanos estão procurando opções mais econômicas para a missão. Enquanto um A-10 tem sua hora-voo…

Contrato de venda de mísseis Pantsir ao Brasil deverá ser assinado este ano

Segundo o vice-chefe da empresa russa Rosoboronexport, Sergei Goreslavskiy, o sistema de mísseis antiaéreos Pantsir que a Rússia está promovendo no mercado mundial é um armamento inovador.


Sputnik

O contrato de fornecimento do sistema Pantsir ao Brasil pode ser assinado no ano corrente, declarou Goreslavskiy.


Pantsir S
© Sputnik/ Sergei Mamontov
Ele sublinou que os lados brasileiro e russo estão a negociar ativamente o fornecimento do sistema de defesa Pantsir S1.

“Esperamos assinar este ano o contrato”, disse ele à rádio russa Ekho Moskvy.

Segundo ele, o complexo de defesa antiaérea é um produto novo que a Rosoboronexport está promovendo no mercado global. Na base do sistema está o complexo usado para garantir a segurança durante os Jogos Olímpicos em Sochi, que inclui sistemas de defesa antimíssil (DAM) e sistemas “cidade segura”.

"Estamos trabalhando ativamente com o Brasil sobre a questão", disse ele, lembrando que Brasil vai sediar os Jogos Olímpicos de Verão de 2016. "Um protótipo do caça de quinta geração russo-indiano FGFA (Fifth Generation Aircraft Fighter) aparecerá em 2018", disse ainda Goreslavsky.

"Está previsto apresentar o protótipo em 2018, se o processo de negociação decorrer a bom ritmo", disse ele à Ekho Moskvy.

Goreslavskiy explicou que o protótipo será capaz de levitar e declarou que em 2015 a Rússia e a Índia começarão o trabalho de desenvolvimento da documentação do projeto. Ele também lembrou que a Rússia está a negociar a preparação para construção do helicóptero Ka-226 na Índia.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas