Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

ONG: EUA mobiliza terroristas no sul da Síria para atacar Ghouta Oriental

Os militares norte-americanos estão mobilizando combatentes de diversos grupos armados com objetivo de atacar os subúrbios orientais de Damasco, disse à Sputnik o chefe da rede de direitos humanos na Síria, Ahmad Kazem.
Sputnik

"Neste momento os EUA estão juntando os combatentes do Daesh e outros grupos, inclusive os de Idlib, e tenta os transferir para At-Tanf e depois para Ghouta Oriental (subúrbio de Damasco), com objetivo de se contrapor ao exército sírio, que pretende liberar a região dos terroristas", disse Kazem. 


Segundo o defensor dos direitos humanos, os financiadores da Arábia Saudita ordenaram que os terroristas já localizados em Guta Oriental empreendam o máximo dos esforços para resistir às tropas de Damasco.

"Eles continuarão a atacar Damasco de forma caótica com seus morteiros", acrescentou o entrevistado.

Os terroristas, que tomaram o subúrbio oriental de Damasco, continuam a disparar contra os bairros centrais e residenciais da capital síria. Nesta qui…

EUA bombardeiam Tikrit, ocupada pelo Estado Islâmico

A coalizão liderada pelos Estados Unidos começou a executar ataques aéreos como apoio às operações iraquianas contra soldados do Estado Islâmico na cidade de Tikrit.


Sputnik

Um oficial americano afirmou que os ataques começaram depois de o Iraque pedir ajuda. Ele falou em condição de anonimato porque os Estados Unidos ainda não haviam confirmado oficialmente os bombardeios. Questionado se a operação estaria ao menos tacitamente apoiando milícia xiita em solo, o oficial negou e completou: "Estamos apoiando forças iraquianas que estão lutando para libertar Tikrit do Estado Islâmico". 


Caça F-15E Strike Eagle da Força Aérea americana
© REUTERS/ U.S. Air Force/Senior Airman Matthew Bruch/Handout

Rumores surgiram no começo desta semana dando conta de que a operação do governo iraquiano para retomar a cidade de Tikrit havia estagnado depois de três semanas. O governo e as milícias estavam supostamente divididos após sofrerem mais baixas do que o esperado.

Após encontrarem mais resistência do que imaginavam, o governo e as milícias optaram por fazer uma pausa e pedir reforços. Eles continuam na periferia da cidade enquanto o Estado Islâmico resiste fortemente instalado no centro de Tikrit.



Postar um comentário