Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Adeus a tecnologias 'stealth': novo radar russo pode detectar aviões furtivos

Tecnologias russas capazes de detectar aviões furtivos do inimigo podem vir a fazer parte do sistema da defesa antiaérea unida da OTSC – Organização do Tratado de Segurança Coletiva, declarou o chefe do Estado-Maior Conjunto da aliança, Anatoly Sidorov.
Sputnik

Inovações russas capazes de desativar tecnologias furtivas do inimigo podem vir a ser usadas na criação do sistema de defesa antiaérea unida da OTSC, declarou militar, citado pelo jornal Rossiyskaya Gazeta. Sidorov comentou que essas inovações seriam eficazes tanto contra aviação do inimigo como contra ataques com mísseis.



O sistema Rezonans-NE funciona graças ao princípio de reflexão ressonante de ondas de rádio da superfície de aparelhos aéreos, facilitando vigilância de aeronaves e mísseis do inimigo, explicou Aleksandr Scherbinko, vice-diretor executivo da empresa de design Rezonans.

"Este modelo pode ser de grande interesse, levando em consideração criação do sistema de defesa antiaérea unida da OTSC, cuja inauguração est…

EUA tentam proibir cooperação militar entre Rússia e Vietnã

O chefe do comitê de Assuntos Internacionais do Conselho da Federação russo, Konstantin Kosachov, classifica como absurdas as exigências dos EUA ao Vietnã de impor a proibição sobre o uso por aviões russos da base Cam Ranh para reabastecimento.


Sputnik

Segundo Kosachov, os EUA pedem Vietnã para não cooperar com a Rússia porque isto interfere com os interesses norte-americanos.


MiG-29, IL-78 e Tu-95
© AFP 2015/ ANDREY SMIRNOV
“Os EUA acham perfeitamente normal ensinarem a outros como devem viver, e até esses mesmos devem gradualmente aceitar este fato: mesmo se não cumpram as exigências, desculpas e explicações devem ser dadas todo o tempo, em vez de instruções elementares e à inadmissibilidade e o absurdo de tais notações por parte de qualquer terceiro Estado, não importa o quão este Estado seria poderoso e influente”, escreveu ele no seu blog.

Como anteriormente noticiou o Ministério da Defesa russo, em 2014, o aeroporto Cam Ranh realmente foi usado pela primeira vez para o pouso das aeronaves IL-78, que ficaram como as aviões de reabastecimento aéreo para Tu-95MS, mas é claro, foi nada de ilegal nessas ações nem do lado russo, nem do vietnamita.

Mais cedo a representante do Departamento de Estado dos EUA Jen Psaki declarou que Washington pediu o Vietnã para proibir à Rússia o uso do base de Cam Ranh para reabastecimento. Ao mesmo tempo, ela não explicou como a utilização de base pode levar ao “aumento da tensão na região”.

O jornal britânico Daily Mail anteriormente tinha divulgado, com referência ao comandante do Exército dos EUA no Pacífico, general Vincent Brooks, que os aviões russos realizaram vôos "provocativos", incluindo em torno da ilha de Guam, onde é localizada uma grande base aérea norte-americana.



Postar um comentário