Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Super Tucano em teste pela Força Aérea dos EUA sofre acidente

Queda sem causa ainda definida é má notícia para a fabricante brasileira, que disputa concorrência com americanos
Igor Gielow | Folha de S.Paulo

Um turboélice A-29 Super Tucano, fabricado pela Embraer, caiu durante um exercício de ataque leve conduzido pela Força Aérea dos EUA em um campo de provas do Novo México, na sexta (22).

Dois tripulantes conseguiram se ejetar. Segundo comunicado da base de Holloman, um dele se feriu levemente e foi medicado, enquanto não há detalhes do estado do segundo. A causa do acidente não foi divulgada.

O avião participa da fase final da competição para fornecimento de aviões leves para missões de ataque a solo e reconhecimento. Inicialmente, os EUA querem adquirir 15 unidades, para depois expandir a até 120. Elas servirão para substituir o famoso A-10 Warthog (Javali, em inglês), um modelos subsônico a jato fortemente armado e blindado que opera desde 1977.

Os americanos estão procurando opções mais econômicas para a missão. Enquanto um A-10 tem sua hora-voo…

EUA vão enviar este ano 300 militares para a Ucrânia

Os EUA planejam enviar para a Ucrânia no período de março-outubro de 2015 pelo menos 300 militares para cooperar com o exército ucraniano, se diz num documento publicado no site dos contratos públicos.


Sputnik

Os militares norte-americanos ficarão instalados no Centro Internacional de Paz e Segurança (International Peacekeeping and Security Center), no campo de treinamento de Yavorov, na região de Lvov (oeste da Ucrânia). Anteriormente, lá já tinham sido realizados exercícios conjuntos entre as tropas ucranianas e estrangeiras. De acordo com o documento, esta missão militar vai durar de 5 de março até 31 outubro de 2015.

O governo dos EUA também anunciou um concurso para assegurar a deslocação dos militares na Ucrânia.

“O contratante deve fornecer todos os equipamentos, veículos e pessoal necessário para prestar serviços de transporte de acordo com os termos do contrato”, diz o documento.

Em particular, os veículos deverão ser equipados com “ar condicionado e aquecimento capazes de manter uma temperatura constante entre 20 e 24 graus”. Além disso, devem ter cortinas opacas, necessárias para segurança.

Página do documento publicado no site dos contratos públicos

Postar um comentário

Postagens mais visitadas