Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Jornal alemão iguala Bundeswehr à 'armazém de peças de reposição'

Bundeswehr (Forças Armadas da Alemanha) está em profunda crise, enfrentando uma grave falta de investimento, noticia o Suddeutsche Zeitung.
Sputnik

Segundo o jornal, 20% dos candidatos a cargos oficiais abandonam o serviço nos primeiros seis meses e a seleção de 8.500 voluntários previstos no plano para o serviço militar vem enfrentando mais e mais dificuldades com o passar dos anos.

Na lista dos problemas, a maior preocupação corresponde ao financiamento do exército alemão. Segundo a publicação, o orçamento da defesa para 2018, no valor de 38,5 bilhões de euros (R$ 170,9 bilhões) parece suficiente apenas à primeira vista — o exército não tem dinheiro suficiente. Metade do orçamento é usada para suprir as necessidades dos oficiais, uns 18% são destinados aos custos operacionais e apenas 13% do orçamento é investido nas compras de defesa.

Em particular, a publicação observa uma redução acentuada no número de tanques de 4.500 no final da Guerra Fria para 225 unidades. O dinheiro investido é…

Exércitos de Níger e Chade iniciam ofensiva contra Boko Haram

Exércitos do Níger e Chade iniciaram uma ofensiva terrestre de grande escala, com o apoio da Força Aérea, contra militantes do grupo terrorista Boko Haram no nordeste da Nigéria, informou neste domingo a agência France-Presse.


Sputnik

Hoje de manhã cedo, forças do Níger e Chade iniciaram uma ofensiva contra militantes do Boko Haram nas áreas das cidades de Bosso e Diffa – disse uma fonte no governo de Níger citada pela AFP.


Miltantes do Boko Haram
© AP Photo/ AP Photo/Boko Haram,File

Um comboio de mais de 200 veículos, inclusive tanques, veículos médicos e de abastecimento, dirigiram-se para a fronteira com a Nigéria. A Força Aérea está pronta a efetuar golpes contra posições do Boko Haram, diz-se num comunicado pela emissora Anfani situada em Diffa.

A decisão de iniciar uma ofensiva surgiu após informações sobre o juramento do líder do Boko Haram Abubakar Shekau ao grupo terrorista Estado Islâmico.

O Boko Haram, um grupo extremista sunita do norte da Nigéria, já provocou a morte de milhares de pessoas durante os últimos anos com o objetivo de estabelecer um califado islâmico. Recentemente, a organização decidiu estender sua área de atuação para outros territórios, atacando regiões do Níger, de Camarões e do Chade, país que tem um dos melhores exércitos da região. Os Estados Unidos estimam que o Boko Haram tenha entre 4 mil a 6 mil combatentes, embora estejam bem equipados depois de atacar posições do Exército da Nigéria.

O grupo terrorista Estado Islâmico, anteriormente designado por Estado Islâmico do Iraque e do Levante, foi criado e, inicialmente, operava principalmente na Síria, onde seus militantes lutaram contra as forças do governo. Há alguns meses, aproveitando o descontentamento dos sunitas iraquianos com as políticas de Bagdá, o Estado Islâmico lançou um ataque maciço em províncias do norte e noroeste do Iraque e ocupou um vasto território. No final de junho, o grupo anunciou a criação de um "califado islâmico" nos territórios sob seu controle no Iraque e na Síria.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas