Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

O Brasil tem poder de fogo para proteger a riqueza da Amazônia Azul? (VÍDEO)

Devido à enorme riqueza natural, a porção de mar sob jurisdição brasileira é também conhecida como Amazônia Azul. A área é um dos mais importantes patrimônios naturais brasileiros e é uma preocupação para o setor de Defesa. Para comentar o assunto, a Sputnik Brasil ouviu Ricardo Cabral, pesquisador da Escola de Guerra Naval da Marinha do Brasil.
Sputnik

O pesquisador falou sobre a importância comercial e estratégica, o potencial energético, científico e as obrigações internacionais do Brasil com as áreas da Amazônia Azule seu entorno. Ele também descreveu o atual estado da esquadra da Marinha brasileira, que carece de investimentos e pleiteia junto ao novo governo federal uma fatia maior do orçamento público, limitado pela Emenda Constitucional nº 95.


Foi a própria Marinha brasileira que cunhou o termo "Amazônia Azul", em referência ao tamanho da biodiversidade e dos bens naturais encontradas em sua área. No entanto, a área marítima é ainda maior do que porção brasileira da flo…

François Hollande opina que Acordos de Minsk são parcialmente respeitados

O presidente francês, François Hollande, após a cúpula do Conselho Europeu, declarou que em junho a organização vai considerar o alargamento das sanções contra a Rússia.


Sputnik


“O Conselho Europeu em junho vai considerar a questão de pertinência de alargamento das sanções contra a Rússia. Hoje, durante a cúpula, foi identificada a necessidade de ligar a aplicação dos Acordos de Minsk com as sanções. Este é o passo importante. Quer dizer, caso houver uma violação dos Acordos de Minsk, as sanções não só vão mantidas, mas também serão ampliadas. Esta proposta da França e da Alemanha foi aprovada pelos participantes da cúpula”, disse Hollande.


Presidente da França, François Hollande
© REUTERS/ Eric Vidal
O presidente francês notou que atualmente os “Acordos de Minsk são respeitados parcialmente, mas o cessar-fogo e a retirada das armas pesadas não são respeitados plenamente, o mesmo se aplica ao acordo sobre a troca de prisioneiros”.

“Ainda é preciso executar os passos muito importantes – tais como as eleições locais, garantindo o controle das fronteiras”, declarou Hollande.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas