Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

No decorrer da operação Ramo de Oliveira será criada zona de segurança na Síria

O primeiro-ministro turco Binali Yildirim anunciou a criação, durante a operação militar turca na província síria de Afrin, de uma faixa de segurança de 30 quilômetros.
Sputnik

O premiê, citado pela emissora Haberturk, adiantou também que a operação seria efetuada em quatro etapas.


"A operação vai decorrer em 4 etapas com o objetivo de criar uma faixa de segurança de 30 quilômetros, que será limpa de terroristas", disse o político, citado pela emissora NTV.

Yildirim adiantou que até agora não há mortos ou feridos entre o contingente turco que realiza a operação.

Mais cedo, o Estado-Maior da Turquia anunciou o início da operação "Ramo de Oliveira" contra os grupos curdos na província síria de Afrin, que começou precisamente às 14h00 locais (12h00 no horário de Brasília). De acordo com a entidade militar, a operação conta com a participação de 72 aviões, enquanto 108 dos 113 alvos planejados já foram eliminados. Há poucos dias, o premiê turco, Binali Yildirim, havia avanç…

Gripen E terá pilones da Exelis com ejeção pneumática de mísseis

Equipamento destinado às estações da parte inferior da fuselagem do caça será fornecido pelas instalações britânicas da empresa americana Exelis


Poder Aéreo

Segundo nota divulgada pela empresa americana Exelis (sediada em McLeon, Virginia, e com instalações em outros países) e reportagem da UPI, os caças Gripen E da sueca Saab serão equipados com pilones lançadores de mísseis com sistema de ejeção pneumática, em contrato que será conduzido pelas instalações britânicas da Exelis, em Brighton.


Farnborough - maquete Gripen - foto 4 Saab

Os equipamentos serão desenvolvidos e fornecidos à sueca Saab sob um acordo de longo prazo. Os chamados PMEL (pneumatic missile eject launcher pylons) permitirão a ejeção de mísseis ar-ar Meteor e AIM-120 AMRAAM a partir das estações da parte ventral (inferior) da fuselagem do Gripen E.

Segundo o vice-presidente e diretor geral da área internacional de soluções em visão noturna e comunicações da Exelis, Ken Harrison, trata-se de “uma grande oportunidade para nós de partir da experiência da Exelis em transporte e ejeção de armamentos e continuar a crescer no mercado de ejeção de mísseis ar-ar”.

A empresa divulgou que a assinatura do acordo com a Saab desencadeou um contrato imediato de projeto e desenvolvimento, que inclui a entrega e fornecimento de diversas unidades para testes de voo. Um contrato posterior de produção inicial deverá cobrir o suprimento de 214 unidades do PMEL à Saab.

Ainda segundo a nota divulgada pela Exelis, o acordo de longo prazo cobre toda a vida operacional do Gripen E, incluindo modernizações no sistema. A Exelis é descrita como uma empresa diversificada e global que atua em áreas como a aeroespacial, defesa, informação e serviços, com 50 anos de experiência em fornecer soluções acessíveis e críticas, entre as líderes em áreas de posicionamento, navegação, sensores, gerenciamento de tráfego aéreo, processamento de imagens, sistemas de comunicação e informação. Atualmente, foca no crescimento em áreas como redes críticas, ISR, guerra eletrônica e aeroestruturas compósitas.

Postar um comentário