Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Pyongyang: 3 porta-aviões perto da Coreia do Norte são uma ameaça de guerra nuclear

A ONU "fecha os olhos aos exercícios de guerra nuclear dos EUA, que estão empenhados em causar um desastre catastrófico para a humanidade", declarou o embaixador norte-coreano na ONU, Ja Song-nam.
Sputnik

As autoridades norte-coreanas classificaram na segunda (13) o deslocamento sem precedentes de 3 grupos de porta-aviões dos EUA para a zona da península da Coreia como uma "postura de ataque".


O representante norte-coreano permanente na ONU, Ja Song-nam, expressou em uma carta enviada ao secretário-geral da ONU o descontentamento do seu governo com os exercícios militares de Seul, Tóquio e Washington. Estes, segundo o diplomata, estão criando "a pior situação para a península da Coreia e seus arredores".

"Os EUA são os principais responsáveis por escalar as tensões e comprometer a paz", declarou Ja Song-nam.

Além da presença de 3 porta-aviões estadunidenses (Nimitz, Ronald Reagan e Theodore Roosevelt), Washington continua realizando voos de bombarde…

Lavrov sobre envio de tropas de paz para a Ucrânia: acho que na UE não tem loucos

A União Europeia não introduzirá forças de paz no território da Ucrânia, em Bruxelas “não tem loucos”, disse o ministro das Relações Exteriores russo Sergei Lavrov, comentando o pedido de Kiev sobre o envio de uma força policial da UE para a Ucrânia.


Sputnik

“Eu acho que, não há loucos na UE. Precedentes de introdução de uma força policial da UE referem-se a situações (como foi nos Balcãs) em que teve o consentimento de todas as partes do conflito. A UE não iria para qualquer ponto, para o leste da Ucrânia ou qualquer outro lugar, a menos que haja consentimento das partes em conflito sobre essa missão”, disse Lavrov em entrevista no programa televisivo "Vesti v Subbotu" (Notícias de Sábado").


O ministro das Relações Exteriores russo Sergei Lavrov
© Sputnik/ Yevgeny Biyatov

Na terça-feira, 17 de março, o parlamento ucraniano aprovou o projeto de solicitação ao Conselho de Segurança da ONU e ao Conselho Europeu de uma operação internacional para a manutenção da paz e da segurança na Ucrânia. Nesta sexta-feira, 20 de março, Kiev enviará o pedido oficial à ONU.


Postar um comentário