Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha e Aeronáutica do Brasil auxiliam buscas a submarino argentino desaparecido, diz ministro

Segundo Raul Jungmann, três navios e um avião brasileiros já foram disponibilizados. Última vez que o submarino militar com 44 pessoas a bordo manteve contato com a base foi na quarta-feira (15).
Por G1, Brasília

O ministro da Defesa, Raul Jungmann, publicou em seu perfil no Twitter neste sábado (18) que três navios da Marinha brasileira "já estão auxiliando" nas buscas a um submarino argentino que desapareceu com 44 tripulantes a bordo.

Ainda segundo o ministro, a Força Aérea Brasileira (FAB) disponibilizou um avião para também ajudar na procura pelo submarino e um segundo avião "será deslocado para apoiar as buscas do submarino argentino desaparecido" a partir deste domingo (19).

O submarino militar ARA San Juan manteve contato com a base pela última vez na manhã de quarta-feira (15), quando estava no sul do Mar Argentino, a 432 quilômetros da costa patagônica do país.

De acordo com a FAB, o primeiro avião disponibilizado pelo Brasil decolou, com 18 tripulantes, às 17…

Moscou defende Brasil, Índia e África do Sul como membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU

Moscou acredita que o Brasil, a Índia e a África do Sul são “candidatos dignos para se juntar ao Conselho de Segurança da ONU” de forma permanente, segundo declarou o embaixador especial da chancelaria russa Vadim Lukov nesta quarta-feira (25).


Sputnik


Conselho de Segurança da ONU
© REUTERS/ Mike Segar

Os membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU são: Rússia, Estados Unidos, China, França e Reino Unido. Outros dez países são eleitos para o órgão a cada dois anos.

Sobre a possível adesão permanente do Brasil, da Índia e da África do Sul, Lukov acrescentou que a decisão não deve ser tomada ao nível do bloco BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), mas no âmbito do sistema das Nações Unidas.


Postar um comentário