Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA criticam bombardeiros russos na Venezuela: "Nós mandamos navio-hospital"

O coronel Robert Manning, porta-voz do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, criticou com veemência nesta segunda-feira o envio de bombardeiros russos à Venezuela e citou o envio de navio-hospital à região como exemplo do compromisso de Washington com a região.
EFE

Washington - "O enfoque dos EUA sobre a região difere do enfoque da Rússia. No meio da tragédia, a Rússia envia bombardeiros à Venezuela e nós mandamos um navio-hospital", declarou Manning durante uma entrevista coletiva realizada hoje no Pentágono.


O militar se referia com estas palavras ao USNS Comfort, que partiu em meados de outubro rumo à América Central e à América do Sul para oferecer ajuda sanitária aos milhares de refugiados venezuelanos amparados por diversos países da região.

"Enquanto nós oferecemos ajuda humanitária, a Rússia envia bombardeiros", lamentou Manning em referência ao envio uma esquadrilha de aviões russos, incluindo dois bombardeiros estratégicos T-160, capazes de carregar bomb…

Novo avião militar russo levantará voo em 2017

O primeiro dos 35 novos aviões militares de carga russo Il-112m, da empresa de construção Ilyushin, terá o seu primeiro voo em 2017, informou Ministério da Defesa. A produção em série começará desde 2019.


Sputnik

O vice-ministro da Defesa da Federação da Rússia, Yury Borisov, comentou que o novo avião Il-112, projetado há cerca de dez anos, levantará voo pela primeira vez em 2017.




A aeronave bimotor, a propulsão de turbina, será fabricada pela Associação de Produtores de Aviação de Voronezh (cidade a 400 km ao Sudeste da Rússia) e substituirá o An-26. A capacidade de carga do Il-112 é de 6 toneladas e a distância máxima de 5 mil quilômetros.

O Ministério da Defesa da Rússia planeja comprar pelo menos 35 Il-112. O projeto foi cancelado em 2011, mas retomado de novo em 2013.



Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas