Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Defesa russa: avião Il-20 foi derrubado por mísseis sírios S-200

De acordo com o ministério russo, o sistema de defesa aérea sírio tentava atacar um avião de Israel. No entanto, a tripulação israelense fez uma manobra especial para se proteger, e o míssil acabou atingindo acidentalmente o avião russo Il-20.
Sputnik

O avião Il-20 desapareceu dos radares em 17 de setembro, por volta das 23h do horário de Moscou, (17h em Brasília) durante o retorno planejado à base aérea de Hmeymim, acima do território do mar Mediterrâneo, a 35 quilômetros da costa da Síria, informou o comunicado do Ministério da Defesa da Rússia. O represente oficial da Defesa russa, Igor Konashenkov sublinhou que os aviões israelenses "propositalmente criaram uma situação perigosa para navios e aviões nessa região".

Na opinião dele, para evitar o ataque sírio, a tripulação israelense acabou tornando o Ilyushin-20 alvo de ataque.

"Ao tentarem proteger-se com ajuda do avião russo, os pilotos israelenses o puseram debaixo de fogo do sistema de defesa antiaérea da Síria"…

Presidente da Comissão Europeia exige criação de exército da UE

O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, é a favor de criação de um exército europeu.


Sputnik

“Tal exército ajudar-nos-ia a ter uma política externa e política de segurança comuns, assim como juntos ter a responsabilidade da Europa [pelos acontecimentos] no mundo”, diz Juncker citado pelo jornal Welt am Sonntag.


Jean-Claude Juncker, presidente da Comissão Europeia
© AFP 2015/ Emmanuel Dunand

Segundo ele, com este exército a UE pode responder às ameaças contra países membros da UE e países vizinhos. Acrescentou que assim a Europa fará a Rússia entender que “tomamos a sério a luta pelos valores da UE”.

Segundo os dados do jornal, a proposta de Juncker já foi apoiada por deputados do parlamento alemão (Bundestag). O presidente do Comitê Internacional do Bundestag, Norbert Röttgen, também acha que chegou o tempo de criar tal exército.

A Rússia ressaltou várias vezes o crescimento sem precedentes da atividade militar da OTAN na Europa devido à crise na Ucrânia.



Postar um comentário

Postagens mais visitadas