Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Como funcionam os mísseis de micro-ondas que os EUA podem usar em caso de ataque da Coreia do Norte

Nos arredores da cidade de Albuquerque, no Estado do Novo México, uma equipe de especialistas da Força Aérea americana desenvolve uma arma pouco tradicional, mas que poderia ter um objetivo estratégico: deter os mísseis nucleares da Coreia do Norte.
Lioman Lima | BBC Mundo

Não é um armamento qualquer. Trata-se de um tipo de arma eletromagnética que não é nociva para o ser humano e cuja base de funcionamento é a mesma tecnologia de um forno micro-ondas.


E, segundo diversos especialistas em assuntos militares consultados pela BBC Mundo, o serviço em espanhol da BBC, poderia ser uma alternativa para desativar as armas nucleares de Pyongyang de forma efetiva, sem gerar grandes prejuízos.

O "Projeto de mísseis avançados de micro-ondas de alta potência de interferência eletrônica" (Champ, na sigla em inglês) prepara, em essência, projéteis que emitem ondas de altíssima frequência, capazes de fritar sistemas eletrônicos.

"Tendo em conta o estado da tecnologia no mundo moderno, em q…

Presidente do Sudão diz que CIA e Mossad suportam EI e Boko Haram

O presidente do Sudão, Omar al-Bashir, disse que a Agência Central de Inteligência (CIA) e o serviço de inteligência israelense Mossad estão por trás dos grupos de militantes islâmicos do Boko Haram e Estado Islâmico (EI).


Sputnik

"Eu disse que CIA e Mossad estão por trás dessas organizações. Não há nenhum muçulmano que fosse realizar tais atos", disse o presidente.


Omar al-Bashir
© AP Photo/ ASSOCIATED PRESS/Ali Ngethi

Boko Haram sequestrou 300 meninas de uma escola na Nigéria, no ano passado e, recentemente, assumiu a responsabilidade pelo massacre na cidade nigeriana de Baga. Os militantes do EI têm matado milhares de pessoas durante sua insurgência sangrenta na Síria e Iraque.

"Nossa política se tornou muito bem sucedida depois de prender esses jovens e os envolver em diálogo com um grupo de cientistas. E nós conseguimos os afastar de suas ideias radicais”, acrescentou.

No domingo, um site extremista que apoia o Estado Islâmico publicou em seu Twitter um vídeo mostrando a decapitação de 21 cristãos coptas egípcios sequestrados na Líbia.

Na segunda-feira, o Egito abriu uma nova frente contra o EI na Líbia.


Postar um comentário