Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Exército sírio retoma base aérea de Abu al-Duhur controlada por militantes desde 2015

O exército sírio expulsou os terroristas do aeródromo de Abu al-Duhur, na província de Idlib, que estava sob controle de grupos armados ilegais desde setembro de 2015, informou o Ministério da Defesa russo.
Sputnik

"Como resultado da ofensiva, as tropas sírias expulsaram os radicais do aeródromo de Abu al-Duhur que estava sob controle de grupos armados desde setembro de 2015", diz-se no comunicado do ministério russo.


O ministério também informou que as forças governamentais sírias cercaram uma grande concentração de terroristas da Frente al-Nusra (grupo terrorista proibido na Rússia) na província de Idlib.

Segundo o comunicado, as unidades de ataque das tropas governamentais, lideradas pelo general sírio Suheil Hassan, juntaram-se às forças da milícia e realizaram uma ofensiva ao longo da rodovia Aleppo-Hama.

Desta maneira, segundo o ministério russo, foi posto fim ao cerco de uma grande concentração da Frente al-Nusra na parte oriental de Idlib.

Em 10 de janeiro, uma fonte infor…

Produção em série do caça russo de quinta geração começará em 2016

O vice-ministro da Defesa russo Yuri Borisov confirmou na segunda-feira os planos de começar a produção em massa do caça de quinta geração T-50 em 2016.


Sputnik

"Planejamos começar a produzir o primeiro lote de caças de quinta geração no próximo ano. Acreditamos que este modelo é muito bem-sucedido", disse Borisov.


Caças de quinta geração T-50
© Sputnik/ Grigori Sysoev
Até agora, apenas um país no mundo possui caças de quinta geração — os EUA, com os F-22 e F-35.

A tecnologia inovadora do avião, o design aerodinâmico e as características do motor permitem uma muito baixa visibilidade para radares e sistemas de monitoramento a infravermelhos e ópticos.

O caça de quinta geração T-50, produzido pela empresa Sukhoi, voou pela primeira vez em 2010. Até o momento, já foram fabricadas cinco aeronaves, em 2015 serão produzidas mais três.


Postar um comentário