Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA criticam bombardeiros russos na Venezuela: "Nós mandamos navio-hospital"

O coronel Robert Manning, porta-voz do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, criticou com veemência nesta segunda-feira o envio de bombardeiros russos à Venezuela e citou o envio de navio-hospital à região como exemplo do compromisso de Washington com a região.
EFE

Washington - "O enfoque dos EUA sobre a região difere do enfoque da Rússia. No meio da tragédia, a Rússia envia bombardeiros à Venezuela e nós mandamos um navio-hospital", declarou Manning durante uma entrevista coletiva realizada hoje no Pentágono.


O militar se referia com estas palavras ao USNS Comfort, que partiu em meados de outubro rumo à América Central e à América do Sul para oferecer ajuda sanitária aos milhares de refugiados venezuelanos amparados por diversos países da região.

"Enquanto nós oferecemos ajuda humanitária, a Rússia envia bombardeiros", lamentou Manning em referência ao envio uma esquadrilha de aviões russos, incluindo dois bombardeiros estratégicos T-160, capazes de carregar bomb…

Radicais da Ucrânia recrutam adolescentes para combaterem em Donbass

As organizações radicais ucranianas recrutam adolescentes para lhes enviar ao leste da Ucrânia, ou para executarem ações ilegais, de acordo com o programa noticioso de TV ucraniano Vesti.


Sputnik

Segundo o programa, os radicais aliciam, através das redes sociais, adolescentes de 15 — 17 anos de idade a participar em manifestações de rua ilegais e após isso, para interessar as vítimas, criam grupos de tempos livres. Como resultado, os adolescentes passam a integrar os grupos radicais, muitos deles são enviados para as zonas de combate no leste do país ou integram os chamados grupos de guerrilheiros.


Simpatizantes do Setor de Direita protestando em frente ao parlamento ucraniano em março de 2014
© AFP 2015/ GENYA SAVILOV / FILE

“Os jovens são atraídos por via do entretenimento, da organização de algo divertido – por ações que são filmadas. Pode ser uma forma de vandalismo ligeiro, ou outra coisa. Para eles são criados grupos de tempos livres. Por exemplo, um clube de luta livre ou palestras sobre política, revoluções, ou psicologia. Ali os adolescentes são alvo de uma lavagem cerebral completa, são-lhes incutidas novas ideias”, declarou uma fonte na estrutura de segurança ucraniana.

Por sua vez, os radicais argumentam que não recrutam estudantes.



Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas