Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

ONG: EUA mobiliza terroristas no sul da Síria para atacar Ghouta Oriental

Os militares norte-americanos estão mobilizando combatentes de diversos grupos armados com objetivo de atacar os subúrbios orientais de Damasco, disse à Sputnik o chefe da rede de direitos humanos na Síria, Ahmad Kazem.
Sputnik

"Neste momento os EUA estão juntando os combatentes do Daesh e outros grupos, inclusive os de Idlib, e tenta os transferir para At-Tanf e depois para Ghouta Oriental (subúrbio de Damasco), com objetivo de se contrapor ao exército sírio, que pretende liberar a região dos terroristas", disse Kazem. 


Segundo o defensor dos direitos humanos, os financiadores da Arábia Saudita ordenaram que os terroristas já localizados em Guta Oriental empreendam o máximo dos esforços para resistir às tropas de Damasco.

"Eles continuarão a atacar Damasco de forma caótica com seus morteiros", acrescentou o entrevistado.

Os terroristas, que tomaram o subúrbio oriental de Damasco, continuam a disparar contra os bairros centrais e residenciais da capital síria. Nesta qui…

Senadora norte-americana anuncia prazo de fornecimento de armas à Ucrânia

O presidente dos EUA Barack Obama poderá tomar em breve a decisão sobre o fornecimento de armas à Ucrânia, disse a senadora do Ohio Marcy Kaptur, em entrevista ao canal de televisão ucraniana TSN.


Sputnik

Segundo ela, Obama está muito preocupado com as perdas do exército ucraniano, mas agora ele tem que dar um pouco de tempo para tomar essa decisão.


Militares ucranianos
© AFP 2015/ ANATOLII BOIKO / AFP

"Eu realmente não posso falar por ele, mas é muito importante.:. A Ucrânia demonstra a sua vontade de convencer o mundo de que as suas unidades militares não são aqueles que chegaram lá graças ao governo russo e que não há vazamento de informações. Nós, como país, contribuimos para o treinamento do exército ucraniano e, portanto, os soldados sabem como enfrentar o inimigo, mesmo com as mãos vazias. E eu acho que o presidente deve ter um pouco mais de tempo" disse ela.

No entanto, Kaptur expressou confiança de que o presidente norte-americano resolverá em breve o problema.

"Acho que não demorará muito. Esta manhã eu, com todos os meus colegas, assinamos uma carta ao presidente Obama da parte do Comitê de Cooperação para a Defesa. Pedimos-lhe para alterar o calendário, não importa o calendário que ele tinha em mente, é preciso que autorizem agora mesmo enviar as armas", disse a senadora.


Postar um comentário