Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Analista: entrega de dados de Israel sobre abate de Il-20 significa muito para Rússia

O comandante da Força Aérea Israelense, Amikam Norkin, forneceu ao Ministério da Defesa da Rússia dados sobre o incidente com o avião russo Il-20 na Síria. Israel demonstra que não pretende perder a cooperação estabelecida com a Rússia, disse o analista político Stanislav Tarasov durante uma entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik.
Sputnik

Além destas informações sobre o abate da aeronave, Israel também avisou sobre "as tentativas do Irã de fortalecer sua posição na Síria e entregar armas estratégicas ao Hezbollah". Os militares observaram que é necessário continuar coordenando as ações na Síria, ressaltando a importância de respeitar os interesses dos dois países.

O avião russo Il-20 foi abatido sobre o mar Mediterrâneo no dia 17 de setembro, a 35 quilômetros da costa síria, por um míssil do sistema antiaéreo S-200 da Síria, resultando na morte de 15 militares.

Ao mesmo tempo, quatro caças F-16 atacaram instalações sírias em Latakia. De acordo com o Ministério da Defesa da…

Submarino francês 'afunda' porta-aviões norte-americano durante exercícios

A série de exercícios navais conjuntos dos EUA e da França terminou de uma forma inesperada para o exército norte-americano.


Sputnik

As manobras acabaram com o submarino francês afundando o porta-aviões dos EUA e a maioria dos seus navios de escolta.


USS Theodore Roosevelt
USS Theodore Roosevelt © AFP 2015/ Brad GARNER

Os exercícios duraram 10 dias na costa do estado da Flórida. O submarino nuclear francês Saphir se juntou com o Grupo 12 de exercícios com porta-helicóptero dos EUA, que também incluiu o super porta-aviões Theodore Roosevelt (apelidado de Big Stick), vários cruzadores Ticonderoga (ou destruidor Arleigh Burke) e submarino nuclear da classe Los Angeles.

Os exercícios tinham o objetivo de testar o super porta-aviões recém-modernizado por US$ 2,6 bilhões.

No entanto, durante a segunda fase dos exercícios, o navio francês passou para o lado inimigo e recebeu a missão de atacar o Theodore Roosevelt. E assim o fez, esgueirando profundamente na defesa do Grupo 12, sem ser detectado pelas unidades antissubmarino norte-americanas, e, no último dia dos exercícios, "afundou" o Roosevelt e a maioria dos seus navios de escolta.



Postar um comentário

Postagens mais visitadas