Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Oficial americano joga culpa para Israel pelo ataque às forças sírias

No domingo (17), a mídia síria relatou ataque ao povoado sírio Al-Harra, província de Deir ez-Zor, na fronteira com o Iraque, supostamente realizado pela coalizão internacional, liderada pelos EUA, tendo como alvo forças governamentais. Porém, um oficial americano culpou Israel pelo ataque.
Sputnik

Anteriormente, uma fonte militar relatou à mídia síria que drones "provavelmente americanos" bombardearam Al-Harra, entre Abu Kamal e Al-Tanf.

Segundo dados das Forças de Mobilização Popular iraquianas, o ataque matou 22 soldados iraquianos. O Observatório Sírio de Direitos Humanos, por sua vez, disse que o número total de vítimas corresponde a 52 pessoas, citado pelo Haaretz.

"Entre [os mortos] estão ao menos 30 militares iraquianos e 16 sírios, incluindo soldados e membros da milícia leal ao governo", afirmou à mídia o chefe do Observatório Sírio, Rami Abdel Rahman.

Comentando a notícia, o porta-voz do Departamento de Defesa dos EUA, Adrian Rankine-Galloway, descartou que W…

Submarino francês 'afunda' porta-aviões norte-americano durante exercícios

A série de exercícios navais conjuntos dos EUA e da França terminou de uma forma inesperada para o exército norte-americano.


Sputnik

As manobras acabaram com o submarino francês afundando o porta-aviões dos EUA e a maioria dos seus navios de escolta.


USS Theodore Roosevelt
USS Theodore Roosevelt © AFP 2015/ Brad GARNER

Os exercícios duraram 10 dias na costa do estado da Flórida. O submarino nuclear francês Saphir se juntou com o Grupo 12 de exercícios com porta-helicóptero dos EUA, que também incluiu o super porta-aviões Theodore Roosevelt (apelidado de Big Stick), vários cruzadores Ticonderoga (ou destruidor Arleigh Burke) e submarino nuclear da classe Los Angeles.

Os exercícios tinham o objetivo de testar o super porta-aviões recém-modernizado por US$ 2,6 bilhões.

No entanto, durante a segunda fase dos exercícios, o navio francês passou para o lado inimigo e recebeu a missão de atacar o Theodore Roosevelt. E assim o fez, esgueirando profundamente na defesa do Grupo 12, sem ser detectado pelas unidades antissubmarino norte-americanas, e, no último dia dos exercícios, "afundou" o Roosevelt e a maioria dos seus navios de escolta.



Postar um comentário

Postagens mais visitadas