Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Exército Sírio é atacado a partir de área ocupada por EUA e FDS

Tropas do Exército Árabe Sírio que participam de uma ofensiva contra terroristas em Deir ez-Zor foram alvo de ataques lançados a partir de uma área dominada por militantes das Forças Democráticas da Síria (FDS) e unidades especiais das Forças Armadas americanas, conforme revelou o Ministério da Defesa da Rússia nesta terça-feira.
Sputnik

"No último dia, grupos de assalto das tropas governamentais sírias, com apoio da Força Aeroespacial russa, cruzaram o Eufrates e continuaram a expandir a cabeça de ponte capturada a leste de Deir ez-Zor, apesar da dura resistência dos militantes do Daesh", afirmou o porta-voz da Defesa russa, major-general Igor Konashenkov, destacando o avanço das forças de Damasco. 


Segundo o militar, as tropas leais ao presidente Bashar Assad conseguiram liberar uma área de 60 quilômetros quadrados na zona oriental, mas encontraram obstáculos.

"De acordo com relatos de comandantes sírios na linha de frente, o Exército Sírio sofre contra-ataques mais seve…

Tropas russas receberão novos helicópteros-espiões

Veículos possuem estação de interferência ativa “Richag-AB” instalada a bordo, capaz de proteger as mais diferentes peças militares contra ataques aéreos e cegar completamente o inimigo em um raio de centenas de quilômetros.


Tatiana Russakova | Gazeta Russa

O Grupo Empresarial de Tecnologia Radio-eletrônica preparou três sistemas de helicópteros Mi-8MTPR-1 para transferência ao Exército. Todos foram projetados pensando na investigação e supressão de sistemas radio-eletrônicos de controle de tropas e na localização de inimigo em terra.


Tropas russas receberão novos helicópteros-espiões
Sistemas de helicópteros Mi-8MTPR-1 Foto: Vitáli Lankov/RIA Nóvosti

Para tanto, os novos veículos possuem uma estação de interferência ativa “Richag-AB” instalada a bordo. Além de proteger as mais diferentes peças militares contra ataques aéreos, a estação “Richag-AB” é capaz de cegar completamente o inimigo em um raio de centenas de quilômetros.

Essa estação conta também com banco de dados com informações sobre várias instalações militares, o que lhe permite determinar o tipo de alvo e adaptar a ele as interferências mais eficazes.

Graças à sua versatilidade, pode ser instalada em helicópteros e aviões, assim como em objetos parados terrestres ou em movimento, inclusive em navios.

O antecessor do novo sistema de helicópteros é uma estação de interferência ativa para a proteção de grupo de aviação “Smalta”, que foi desenvolvida na década de 1970. A estação era localizada em um reboque de automóvel UAZ, e seu o raio de ação era de apenas 100 km.


Postar um comentário