Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Exército sírio bombardeia terroristas restantes no sul do país (VIDEO)

O exército sírio retomou os ataques de artilharia maciços contra os terroristas restantes na região de Tulul al Safa no deserto de As-Suwayda, no sul do país, depois de eles terem violado a trégua, segundo uma fonte do Exército.
Sputnik

De acordo com uma fonte que falou com a Sputnik Árabe, na terça-feira (16), o Exército sírio e os terroristas que ocupam as colinas de Tulul al Safa firmaram um acordo de cessar-fogo, segundo o qual os combatentes da Frente al-Nusra (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países) se comprometeram a entregar as armas depois de serem cercados e sem saída.


Contudo, na manhã da quarta-feira (17) os terroristas atacaram as unidades do Exército sírio. Por sua vez, os soldados repeliram o ataque com êxito e contra-atacaram. Como resultado, dezenas de militantes foram mortos ou feridos. O Exército resolveu retomar os ataques maciços com peças de artilharia apoiadas do ar, tendo como objetivo eliminar as forças terroristas restantes até a épo…

Encontro de gerações marca os 70 anos do Dia da Aviação de Caça

A cerimônia reuniu os atuais pilotos de caça, veteranos de guerra e seus familiares


Agência Força Aérea

A Força Aérea Brasileira (FAB) realizou nesta quarta-feira (22/04) uma cerimônia pelos 70 anos do Dia da Aviação de Caça. A data, 22 de abril, foi quando os militares da FAB fizeram o maior número de missões na Itália, em 1945, durante a Segunda Guerra Mundial. A solenidade reuniu na Base Aérea de Santa Cruz, no Rio de Janeiro (RJ), diversas gerações para recordar um capítulo da história do país.

O Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato, relembrou a importância da Aviação de Caça para o Brasil. “Hoje em dia, os vetores que nós temos e que nós teremos em breve mostram que a capacidade de dissuasão de um país e a defesa do espaço aéreo são fundamentalmente suportadas pela Aviação de Caça”, explicou o Oficial-General. 


 Encontro de gerações marca os 70 anos do Dia da Aviação de Caça

Como parte das homenagens feitas na solenidade, foram entregues os troféus de unidade aérea mais eficiente e piloto mais eficiente. Ao lado da filha, de apenas cinco anos, o Capitão Gusttavo Freitas de Souza exibiu o prêmio. “Para mim é um orgulho muito grande receber o troféu de piloto mais eficiente. Desde que eu entrei para a Escola Preparatória de Cadetes do Ar, eu queria voar o F-5, foram 15 anos até chegar aqui. É uma felicidade viver esse momento em uma data tão importante e estar ao lado de minha família”, revela o militar, integrante do Primeiro Grupo de Aviação de Caça (1º GAVCA), unidade aérea que foi para a Segunda Guerra Mundial.

Durante o evento, também foi entregue a Medalha Mérito Operacional Brigadeiro Nero Moura. O nome da honraria refere-se ao herói de guerra, major naquela época, primeiro voluntário a compor a unidade que iria atuar nos céus da Itália. O militar também é considerado o patrono da Aviação de Caça. O prêmio é entregue aos veteranos do 1º GAVCA e aos comandantes de unidades aéreas.

“O legado de profissionalismo, comprometimento e dedicação dos veteranos está sempre presente no trabalho dos pilotos da atualidade. Isso fortalece a cada dia nossa Aviação de Caça, é uma força que nos impulsiona”, explica o Comandante da Terceira Força Aérea, Brigadeiro Fernando Almeida Riomar, responsável pelas 11 unidades aéreas de caça da FAB.

Exposição 


O público que compareceu ao evento pode acompanhar uma exposição estática das aeronaves de caça utilizadas atualmente na Força Aérea. Uma das novidades foi a presença da maquete em tamanho real do Gripen NG, futuro caça da FAB.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas