Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

ONG: EUA mobiliza terroristas no sul da Síria para atacar Ghouta Oriental

Os militares norte-americanos estão mobilizando combatentes de diversos grupos armados com objetivo de atacar os subúrbios orientais de Damasco, disse à Sputnik o chefe da rede de direitos humanos na Síria, Ahmad Kazem.
Sputnik

"Neste momento os EUA estão juntando os combatentes do Daesh e outros grupos, inclusive os de Idlib, e tenta os transferir para At-Tanf e depois para Ghouta Oriental (subúrbio de Damasco), com objetivo de se contrapor ao exército sírio, que pretende liberar a região dos terroristas", disse Kazem. 


Segundo o defensor dos direitos humanos, os financiadores da Arábia Saudita ordenaram que os terroristas já localizados em Guta Oriental empreendam o máximo dos esforços para resistir às tropas de Damasco.

"Eles continuarão a atacar Damasco de forma caótica com seus morteiros", acrescentou o entrevistado.

Os terroristas, que tomaram o subúrbio oriental de Damasco, continuam a disparar contra os bairros centrais e residenciais da capital síria. Nesta qui…

Força Aérea Russa inicia manobras táticas na Armênia

A Força Aérea Russa deu início a uma série de manobras táticas na Armênia nesta quinta-feira (2). Os pilotos do Distrito Militar Sul praticam tarefas de combate na base aérea russa de Erebuni e usam caças de quarta geração MiG-29, segundo informou o porta-voz do Distrito.


Sputnik

De acordo com a fonte, as manobras envolvem mais de 100 pilotos e funcionários de equipes auxiliares, além de mais de 30 unidades de equipamentos especiais aéreos e militares. Dentro de três dias, segundo o porta-voz, os MiG-29 vão “praticar a cobertura aérea de tropas, bem como ações de combate para destruir alvos aéreos simulando bombardeiros, mísseis balísticos e mísseis de cruzeiro do inimigo simulado".


MiG-29
© flickr.com/ Airwolfhound

A base aérea de Erebuni é parte das forças militares que a Rússia mantém na Armênia desde 1995, conforme estabelecido por um tratado bilateral prorrogado em 2010 por um período de 25 a 49 anos, que garante a presença militar russa no país até 2044.

Postar um comentário