Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Defesa russa: avião Il-20 foi derrubado por mísseis sírios S-200

De acordo com o ministério russo, o sistema de defesa aérea sírio tentava atacar um avião de Israel. No entanto, a tripulação israelense fez uma manobra especial para se proteger, e o míssil acabou atingindo acidentalmente o avião russo Il-20.
Sputnik

O avião Il-20 desapareceu dos radares em 17 de setembro, por volta das 23h do horário de Moscou, (17h em Brasília) durante o retorno planejado à base aérea de Hmeymim, acima do território do mar Mediterrâneo, a 35 quilômetros da costa da Síria, informou o comunicado do Ministério da Defesa da Rússia. O represente oficial da Defesa russa, Igor Konashenkov sublinhou que os aviões israelenses "propositalmente criaram uma situação perigosa para navios e aviões nessa região".

Na opinião dele, para evitar o ataque sírio, a tripulação israelense acabou tornando o Ilyushin-20 alvo de ataque.

"Ao tentarem proteger-se com ajuda do avião russo, os pilotos israelenses o puseram debaixo de fogo do sistema de defesa antiaérea da Síria"…

Força Aérea Russa inicia manobras táticas na Armênia

A Força Aérea Russa deu início a uma série de manobras táticas na Armênia nesta quinta-feira (2). Os pilotos do Distrito Militar Sul praticam tarefas de combate na base aérea russa de Erebuni e usam caças de quarta geração MiG-29, segundo informou o porta-voz do Distrito.


Sputnik

De acordo com a fonte, as manobras envolvem mais de 100 pilotos e funcionários de equipes auxiliares, além de mais de 30 unidades de equipamentos especiais aéreos e militares. Dentro de três dias, segundo o porta-voz, os MiG-29 vão “praticar a cobertura aérea de tropas, bem como ações de combate para destruir alvos aéreos simulando bombardeiros, mísseis balísticos e mísseis de cruzeiro do inimigo simulado".


MiG-29
© flickr.com/ Airwolfhound

A base aérea de Erebuni é parte das forças militares que a Rússia mantém na Armênia desde 1995, conforme estabelecido por um tratado bilateral prorrogado em 2010 por um período de 25 a 49 anos, que garante a presença militar russa no país até 2044.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas