Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha e Aeronáutica do Brasil auxiliam buscas a submarino argentino desaparecido, diz ministro

Segundo Raul Jungmann, três navios e um avião brasileiros já foram disponibilizados. Última vez que o submarino militar com 44 pessoas a bordo manteve contato com a base foi na quarta-feira (15).
Por G1, Brasília

O ministro da Defesa, Raul Jungmann, publicou em seu perfil no Twitter neste sábado (18) que três navios da Marinha brasileira "já estão auxiliando" nas buscas a um submarino argentino que desapareceu com 44 tripulantes a bordo.

Ainda segundo o ministro, a Força Aérea Brasileira (FAB) disponibilizou um avião para também ajudar na procura pelo submarino e um segundo avião "será deslocado para apoiar as buscas do submarino argentino desaparecido" a partir deste domingo (19).

O submarino militar ARA San Juan manteve contato com a base pela última vez na manhã de quarta-feira (15), quando estava no sul do Mar Argentino, a 432 quilômetros da costa patagônica do país.

De acordo com a FAB, o primeiro avião disponibilizado pelo Brasil decolou, com 18 tripulantes, às 17…

Grécia negocia com a Rússia a compra de mísseis para sistemas de defesa antiaérea S-300

Atenas está negociando com Moscou uma série de contratos militares, dentre estes, a compra de novos mísseis para sistemas antiaéreos S-300, declarou o ministro da defesa grego, Panos Kammenos, em visita à capital russa.


Sputnik

"A Federação Russa e a Grécia mantêm negociações sobre o suporte técnico dos sistemas (de defesa antiaérea) S-300, Tor M-1, Kornet e outros, assim como sobre a compra de novos mísseis para os S-300", disse o ministro.


Sistema S-300.
© AP Photo

Kammenos adicionou que a Grécia "se limitará a substituir os mísseis (disponíveis) pelos novos."

Vários sistemas Tor M-1, fornecidos pela Rússia em 2002, estão localizados na ilha de Creta onde compõem o sistema S-300, vendido originalmente ao Chipre e logo realocado para a Grécia.

O ministro grego chegou à capital russa na quarta para participar de uma conferência internacional organizada pelo Ministério da Defesa da Rússia.

O fórum, que ocorrerá nos dias 16 e 17 de abril, tem como lema "Segurança global: desafios e perspectivas."

Para a conferência foram convidados representantes de Ministérios da Defesa de 80 países, organizações internacionais, especialistas e cientistas.


Postar um comentário