Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Qual será resposta síria a novos mísseis 'inteligentes' dos EUA?

A cada declaração do presidente dos EUA, Donald Trump, sobre seus "mísseis inteligentes", os sistemas de defesa antiaérea sírios terão sua própria resposta de mísseis, o que foi demonstrado pelo país em 14 de abril, assegurou à Sputnik o membro do Conselho Público junto ao Ministério da Defesa da Rússia, Igor Korotchenko.
Sputnik

Mais cedo, Sergei Rudskoy, chefe da Direção-Geral Operacional do Estado-Maior das Forças Armadas russas, disse aos jornalistas que os especialistas russos tinham detectado evidências de 22 mísseis terem atingido alvos, de um total de 105 anunciados pelos EUA, na sequência do ataque aéreo dos EUA e seus aliados.


"Os mísseis podem ser 'inteligentes', mas os sistemas da defesa antiaérea podem ser eficientes, por isso, para cada míssil 'astuto' haverá um míssil guiado, o que foi demonstrado pelo ótimo treinamento profissional dos soldados sírios. Nas declarações de Trump há muita publicidade, e para cada tweet de Trump sobre seus '…

Houthis no Iêmen estão prontos para diálogo se bombardeios terminarem

Os houthis no Iêmen dispostos a negociar se a coalizão liderada pela Arábia Saudita deixar de levar a cabo ataques aéreos, disse o chefe do politburo Ansar Allah, Saleh al-Samad.


Sputnik

"Vamos manter a nossa posição que o diálogo é necessário e nós o exigimos, apesar de todas as coisas que aconteceram no país", disse al-Samad a agencia Reuters.


Houthis no Iêmen
© AP Photo/ Hani Mohammed
Entretanto, anteriormente ele dissera à agência russa RIA Novosti que os houthis excluem a possibilidade de negociações com o presidente do país Abed Rabbo Mansour Hadi, que abandonou a capital.

"Não temos condições apesar de parar a agressão e começar as negociações… e todos os participantes internacionais ou regionais que não participam na agressão contra o povo do Iêmen serão capazes de observar o diálogo", salientou al-Samad.



Postar um comentário