Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Radicais sírios estariam recebendo armamento dos EUA através da fronteira com Jordânia

Enquanto o exército sírio parece estar pronto para uma grande ofensiva na província de Daraa, os grupos radicais que operam na região estariam recebendo grandes remessas de material bélico "Made in USA".
Sputnik

Os grupos militantes que atuam no sul da Síria receberam uma grande quantidade de armas e munições fabricadas nos EUA, incluindo mísseis antitanque TOW, informou a agência de notícias FARS.

De acordo com a FARS, o armamento foi entregue através da fronteira com a Jordânia no âmbito de um novo plano dos EUA para assegurar mais apoio a estes grupos na Síria.

A agência informou também que os grupos militantes na província de Daraa começaram a se preparar para impedir a ofensiva do exército sírio.

No início deste mês, o exército sírio intensificou as ações no sudoeste do país, controlado por radicais, perto da fronteira com a Jordânia e as Colinas de Golã, ocupadas por Israel.

O Ministério da Defesa da Rússia acrescentou que as forças do governo sírio, apoiadas por um grande a…

Incorporação do Navio de Pesquisa Hidroceanográfico ‘Vital de Oliveira’ à Marinha do Brasil

Poder Naval

Em uma cerimônia de batismo, mostra de armamento e transferência para o setor operativo, o Navio de Pesquisa Hidroceanográfico Vital de Oliveira foi incorporado, no dia 24 de março, à Marinha do Brasil. O evento, realizado no cais de Keppel Marine, Cingapura, foi presidido pelo Chefe do Estado-Maior da Armada, Almirante-de-Esquadra Wilson Barbosa Guerra, e contou com a participação de autoridades civis e militares.


Vital de Oliveira - 1

O Capitão-de-Fragata Aluizio Maciel Oliveira Júnior irá comandar esse meio naval equipado com o que há de mais avançado em termos de tecnologia, podendo receber até 40 cientistas embarcados. A aquisição foi feita por meio de um acordo de cooperação entre o Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação, a Petrobras S. A., a Vale e a Marinha do Brasil.

Construído pelo estaleiro Hangtong, em Xinhui, na China, o navio será empregado em pesquisas científicas para caracterização física, química, biológica, geológica e ambiental das áreas oceânicas estratégicas do Atlântico Sul.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas