Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

'Sangue e caos': príncipe saudita chama Trump de 'oportunista' por decisão sobre Jerusalém

O ex-chefe da inteligência saudita, o Príncipe Turki al-Faisal, criticou o reconhecimento do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de Jerusalém como a capital de Israel, em uma das mais acentuadas reações do reino aliado de Washington no Oriente Médio.
Sputnik

Em uma carta a Trump publicada em um jornal saudita nesta segunda-feira, o príncipe Turki, um ex-embaixador em Washington que agora não ocupa nenhum cargo do governo, mas continua influente, chamou a decisão de uma estratagema política doméstica que provocaria violência.


"O derramamento de sangue e o caos definitivamente seguirão sua tentativa oportunista de ganhar eleitoralmente", escreveu o príncipe Turki em uma carta publicada no jornal saudita al-Jazeera.

Trump inverteu décadas de política dos EUA e virou do consenso da crítica internacional na semana passada, reconhecendo Jerusalém como a capital de Israel. A maioria dos países diz que o status da cidade deve ser deixado para negociações entre Israel e os pales…

Índia lança seu primeiro submarino ‘Scorpene’ construído localmente com assistência da DCNS

Poder Naval

MUMBAI, ÍNDIA: O Ministro da Defesa Manohar Parrikar lançou na segunda-feira o primeiro submarino Scorpene construído na Índia, no estaleiro no Mazagon Dockyard Ltd (MDL). O Scorpene, batizado de INS Kalvari, é parte do ambicioso Projeto 75 (P75I) do Programa de Submarinos da Marinha indiana, realizado com a colaboração francesa da DCNS, que incluirá seis desses navios que vão se juntar à frota nos próximos anos.


LAUNCHING OF SCORPENE SUB

Parrikar, juntamente com o Chefe de Pessoal Naval Almirante RK Dhowan, ministro-chefe Devendra Fadnavis e outras autoridades participaram da cerimônia ‘puja’ para marcar o lançamento auspicioso do submarino que deverá ser incorporado em setembro de 2016. Atualmente, a Marinha Indiana tem 14 submarinos convencionais diesel-elétricos que incluem 10 classe “Kilo” russos e quatro classe U209/1500 da HDW alemã. Parikkar está na cidade para avaliar o progresso da Programa Projeto 75 realizado pelo Comando Naval Ocidental e também para obter um relatório sobre os destróieres Projeto 15B furtivos que estão sendo construídos no MDL.

Acordo foi feito em 2005

Em 2005, a Índia escolheu o projeto Scorpene; comprou seis submarinos por US$ 3 bilhões (US$ 500 milhões por unidade). Estes submarinos estão sendo fabricados no âmbito de um acordo de transferência de tecnologia francesa para as docas estatais Mazagon em Mumbai e serão entregues entre 2016 e 2019. A construção começou em 23 de maio de 2009 e o projeto está sendo executado com quatro anos de atraso.

A Índia planeja incorporar o sistema de propulsão independente do ar (AIP) desenvolvido pela DRDO (Defence Research & Development Organisation) para os dois últimos submarinos que estão sendo construídos e também para equipar os demais submarinos P75I. O primeiro Scorpene será entregues em setembro de 2016, com os outros cinco submarinos seguintes em intervalos de 10-12 meses cada. O primeiro submarino INS Kalvari deve começar os testes de mar ainda em 2015. Foi relatado em novembro de 2014, que o sistema AIP desenvolvido pela DRDO para equipar os últimos dois submarinos Scorpene indianos estaria pronto para testes em fevereiro de 2015.


Postar um comentário