Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

O Brasil tem poder de fogo para proteger a riqueza da Amazônia Azul? (VÍDEO)

Devido à enorme riqueza natural, a porção de mar sob jurisdição brasileira é também conhecida como Amazônia Azul. A área é um dos mais importantes patrimônios naturais brasileiros e é uma preocupação para o setor de Defesa. Para comentar o assunto, a Sputnik Brasil ouviu Ricardo Cabral, pesquisador da Escola de Guerra Naval da Marinha do Brasil.
Sputnik

O pesquisador falou sobre a importância comercial e estratégica, o potencial energético, científico e as obrigações internacionais do Brasil com as áreas da Amazônia Azule seu entorno. Ele também descreveu o atual estado da esquadra da Marinha brasileira, que carece de investimentos e pleiteia junto ao novo governo federal uma fatia maior do orçamento público, limitado pela Emenda Constitucional nº 95.


Foi a própria Marinha brasileira que cunhou o termo "Amazônia Azul", em referência ao tamanho da biodiversidade e dos bens naturais encontradas em sua área. No entanto, a área marítima é ainda maior do que porção brasileira da flo…

Infantaria mecanizada alemã começará, este ano, a receber os seus primeiros Puma

Forças Terrestres

As companhias de Infantaria Mecanizada do Exército da República Federal da Alemanha começarão a receber, ainda este ano, os seus primeiros veículos de combate da Infantaria (IFV) sobre esteiras KMW Puma, de 31,4 toneladas.


Puma IFV - 2

Sete carros já foram entregues ao centro de formação de tripulantes de blindados da cidade de Munster, no noroeste do país, para permitirem o adestramento de instrutores nesse tipo de viatura.

Os futuros operadores do Puma cumprirão ciclos de treinamento de 90 dias em Munster, antes de receberem os veículos nas suas unidades de origem.

O Puma mede 7,4 m de comprimento e se move sobre esteiras. Sua velocidade máxima em estrada alcança os 70 km/h.

Ele é manobrado por três tripulantes e pode transportar seis combatentes completamente equipados.

Para facilitar seu avanço durante manobras táticas, e também prover sua autodefesa, o blindado foi dotado de um canhão Mk.30-2/ABM, de 30 mm, e de uma metralhadora coaxial MG 4 – mas pode, igualmente, carregar lançadores de mísseis guiados fixados na parte externa da torre.



Postar um comentário

Postagens mais visitadas