Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Exército sírio retoma base aérea de Abu al-Duhur controlada por militantes desde 2015

O exército sírio expulsou os terroristas do aeródromo de Abu al-Duhur, na província de Idlib, que estava sob controle de grupos armados ilegais desde setembro de 2015, informou o Ministério da Defesa russo.
Sputnik

"Como resultado da ofensiva, as tropas sírias expulsaram os radicais do aeródromo de Abu al-Duhur que estava sob controle de grupos armados desde setembro de 2015", diz-se no comunicado do ministério russo.


O ministério também informou que as forças governamentais sírias cercaram uma grande concentração de terroristas da Frente al-Nusra (grupo terrorista proibido na Rússia) na província de Idlib.

Segundo o comunicado, as unidades de ataque das tropas governamentais, lideradas pelo general sírio Suheil Hassan, juntaram-se às forças da milícia e realizaram uma ofensiva ao longo da rodovia Aleppo-Hama.

Desta maneira, segundo o ministério russo, foi posto fim ao cerco de uma grande concentração da Frente al-Nusra na parte oriental de Idlib.

Em 10 de janeiro, uma fonte infor…

M7 Aerospace dá início ao processo de modernização dos aviões C-1A Trader para COD/AAR da MB

Poder Naval

Dando prosseguimento ao projeto de modernização das aeronaves COD/AAR, a empresa M7 Aerospace já demonstrou avanços no desenvolvimento da futura aeronave KC-2, ao cumprir atividades estabelecidas e previstas no Cronograma Físico-Financeiro do programa.


Aeronave 146027 já posicionada no hangar da empresa M7 Aerospace

Após ao recebimento de três células na cidade de San Antonio, Texas, em fevereiro do corrente ano, as aeronaves foram posicionadas no hangar e iniciaram-se os estudos que permitirão a sua modernização e remotorização. Esses estudos permitirão o desenvolvimento e instalação dos novos sistemas de aviônica, a revisão dos sistemas hidráulico, elétrico e de combustível, permitindo a futura configuração do sistema de reabastecimento em voo das aeronaves AF-1A. Além disso a aeronave modernizada contará com uma Unidade de Força Auxiliar (APU), um sistema de geração de oxigênio (OBOGS), um Sistema de Controle do Ambiente interno da aeronave (ECS) e estará preparada para receber as configurações de evacuação aeromédica e de transporte de paraquedistas.

Dentre as atividades que já estão em andamento, cabe destacar o início do design do cockpit, de acordo com normas militares em vigor e sob a ótica do fator humano. A empresa já apresentou ao GFRCOD os conceitos operacionais dos novos displays, que permitirão a visualização de dados primários de voo, parâmetros dos motores, apresentação da tela radar e acesso ao link de dados com estações em terra e a bordo de navios e de outras aeronaves. O próximo passo do processo, que dar-se-á com o início do overhaul das células da aeronave C-1A Trader, permitirá que o primeiro voo da aeronave ocorra em 2018, conforme previsão inicial.

Dessa forma, o GFRCOD, vem acompanhando a continuidade dos trabalhos realizados nas aeronaves, ressaltando o incremento no controle da qualidade, a responsabilidade técnica dos serviços conduzidos até então pela M7 Aerospace e o comprometimento daquela empresa em manter o calendário final da entrega das quatro aeronaves até o ano de 2020.


Postar um comentário