Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

O que acontece quando desaparece um submarino como o argentino ARA San Juan

As autoridades argentinas continuam com as buscas para tentar localizar o submarino ARA San Juan, que estava em uma missão de treinamento e desapareceu na última quarta com 44 tripulantes a bordo.
BBC Brasil


A Marinha argentina revelou que, no último contato, o subcomandante afirmou que a embarcação apresentava um curto-circuito no sistema de baterias.


O submarino fazia o trajeto entre o Ushuaia, no sul do país, e a base naval de Mar del Plata, mais ao norte, quando deixou de se comunicar e sumiu dos radares. Segundo a Marinha, a tripulação teria comida e oxigênio para mais dois dias.

O governo argentino conta com a ajuda de vários países para realizar as buscas, incluindo Brasil e Estados Unidos.

Mas quais são principais dificuldades em uma operação para localizar um submarino? A BBC tenta responder a esta e a outras perguntas sobre o tema.

Por que submarinos não podem ser detectados?


Os submarinos são construídos para serem difíceis de se encontrar. O papel deles é participar, com frequênc…

Marinha do Egito participa de exercícios militares em Bahrein

Navios militares e caças egípcios participam dos exercícios militares conjuntos no Bahrein, informou nesta quarta-feira a estatal Bahrain News Agency. As manobras receberam o codinome Hamad 1.


Sputnik

Segundo as palavras do comandante em chefe do Bahrein, Ahmed Al Khalifa, durante sua saudação aos militares egípcios, “os exercícios conjuntos serão realizados no âmbito da cooperação militar bilateral, voltada para o fortalecimento dos laços históricos com Egito, aprofundamento das relações de irmãos no âmbito pan-arábico, e coordenação de ações conjuntas”. 


Navios no Golfo Pérsico, 21 de maio de 2013, exercícios militares
© flickr.com/ U.S. Department of Defense

Estes exercícios serão as maiores manobras conjuntas de países árabes na região do Golfo Pérsico desde 2012. Em abril de 2012, um ano após a repressão de protestos da oposição, Bahrein realizou exercícios militares com nove países árabes envolvidos e com a participação dos EUA.

Em meados de abril, durante visita ao Egito do ministro da Defesa da Arábia Saudita, Cairo e Riad concordaram em realizar grandes exercícios militares na região com a participação de diversos países do Golfo Pérsico.


Postar um comentário