Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Exército Sírio é atacado a partir de área ocupada por EUA e FDS

Tropas do Exército Árabe Sírio que participam de uma ofensiva contra terroristas em Deir ez-Zor foram alvo de ataques lançados a partir de uma área dominada por militantes das Forças Democráticas da Síria (FDS) e unidades especiais das Forças Armadas americanas, conforme revelou o Ministério da Defesa da Rússia nesta terça-feira.
Sputnik

"No último dia, grupos de assalto das tropas governamentais sírias, com apoio da Força Aeroespacial russa, cruzaram o Eufrates e continuaram a expandir a cabeça de ponte capturada a leste de Deir ez-Zor, apesar da dura resistência dos militantes do Daesh", afirmou o porta-voz da Defesa russa, major-general Igor Konashenkov, destacando o avanço das forças de Damasco. 


Segundo o militar, as tropas leais ao presidente Bashar Assad conseguiram liberar uma área de 60 quilômetros quadrados na zona oriental, mas encontraram obstáculos.

"De acordo com relatos de comandantes sírios na linha de frente, o Exército Sírio sofre contra-ataques mais seve…

O novo quadrimotor chinês KJ-500 de alerta aéreo antecipado já voa de ‘uniforme’

Poder Aéreo

Imagens que alcançaram o Ocidente indicam que o quadrimotor Kongjing 500 (KJ-500), de alarme aéreo antecipado e controle, já entrou em serviço com a Força Aérea do Exército de Libertação Popular da China (PLAAF, na sigla em inglês).


KJ-500 - 2

A 18 de março passado começou a circular na internet a foto de um KJ-500 ostentando pintura de camuflagem, insígnias da PLAAF e a matrícula 30471. A aeronave está estacionada sob um hangar e tem as escotilhas da cabine cobertas.

Visto pela primeira vez há dois anos, o avião foi desenvolvido a partir do projeto do Y-9, um cargueiro chinês de desenho inspirado no do conhecido transporte tático russo An-12, que a Shaanxi Aircraft Corporation equipou com quatro propulsores turbohélices.

O KJ-500 é, portanto, basicamente, um Y-9 que transporta um radar phased-array (varredura eletrônica à base de uma grande variedade de feixes de sinais que se movem velozmente) desenvolvido pelo Instituto de Pesquisas Nanjing de Tecnologia Eletrônica, o NRIET – também conhecido, na China, como Décimo Quarto Instituto.

A aeronave é menor, em tamanho, do que o jato de transporte estratégico Ilyushin IL-76 – de quase 47 m de comprimento e 15 m de altura –, no qual os militares chineses instalaram um sistema KJ-2000, que consiste em um radar phased array linear de capacidade semelhante ao do conhecido radar SAAB Erieye, mas permite um campo de visão de apenas 240º.

Analistas asiáticos estimam que o sistema de detecção do KJ-500 seja tão eficaz quanto o do IL-76 e ainda abrigue uma inovadora capacidade de Inteligência Eletrônica (interferência por sinais).

Em janeiro de 2013, a tevê estatal da China deixou escapar que, varrendo os céus em um raio de 470 km, o KJ-2000 é capaz de detectar e monitorar entre 60 e 100 alvos, simultaneamente.



Postar um comentário