Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Qual será resposta síria a novos mísseis 'inteligentes' dos EUA?

A cada declaração do presidente dos EUA, Donald Trump, sobre seus "mísseis inteligentes", os sistemas de defesa antiaérea sírios terão sua própria resposta de mísseis, o que foi demonstrado pelo país em 14 de abril, assegurou à Sputnik o membro do Conselho Público junto ao Ministério da Defesa da Rússia, Igor Korotchenko.
Sputnik

Mais cedo, Sergei Rudskoy, chefe da Direção-Geral Operacional do Estado-Maior das Forças Armadas russas, disse aos jornalistas que os especialistas russos tinham detectado evidências de 22 mísseis terem atingido alvos, de um total de 105 anunciados pelos EUA, na sequência do ataque aéreo dos EUA e seus aliados.


"Os mísseis podem ser 'inteligentes', mas os sistemas da defesa antiaérea podem ser eficientes, por isso, para cada míssil 'astuto' haverá um míssil guiado, o que foi demonstrado pelo ótimo treinamento profissional dos soldados sírios. Nas declarações de Trump há muita publicidade, e para cada tweet de Trump sobre seus '…

OTAN: Presença militar na fronteira com a Rússia não é considerável

O nível da presença militar da OTAN nas proximidades das fronteiras russas não pode ser considerado como significativo, afirmou à agência Sputnik, nesta sexta-feira, a porta-voz da aliança, Oana Lungescu.


Sputnik

“Essa presença sempre está se alterando e os seus níveis não chegam a ser significativos para definição de uma real presença de forças armadas”, disse a interlocutora da agência.


Exercícios da OTAN na Lituânia
© AP Photo/ Mindaugas Kulbis

Esta semana estão sendo realizados exercícios militares na Estônia, com participação da 510a esquadrilha de caças das forças aéreas dos EUA, cuja base fica em Aviano, na Itália. Durante as manobras, os caças ficarão na base de Emari, no país báltico. Além disso, 300 militares norte-americanos estão no país.

Em fevereiro, OTAN anunciou pretender duplicar as suas tropas no leste europeu, totalizando o número de 30 mil militares.

A Rússia tem demonstrado preocupação com as recentes movimentações da OTAN nas proximidades de suas fronteiras. Segundo o representante permanente da Rússia na OTAN, Aleksandr Grushko, o reforço das estruturas da aliança militar ocidental no leste europeu é uma ameaça para Moscou.


Postar um comentário