Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

O Brasil tem poder de fogo para proteger a riqueza da Amazônia Azul? (VÍDEO)

Devido à enorme riqueza natural, a porção de mar sob jurisdição brasileira é também conhecida como Amazônia Azul. A área é um dos mais importantes patrimônios naturais brasileiros e é uma preocupação para o setor de Defesa. Para comentar o assunto, a Sputnik Brasil ouviu Ricardo Cabral, pesquisador da Escola de Guerra Naval da Marinha do Brasil.
Sputnik

O pesquisador falou sobre a importância comercial e estratégica, o potencial energético, científico e as obrigações internacionais do Brasil com as áreas da Amazônia Azule seu entorno. Ele também descreveu o atual estado da esquadra da Marinha brasileira, que carece de investimentos e pleiteia junto ao novo governo federal uma fatia maior do orçamento público, limitado pela Emenda Constitucional nº 95.


Foi a própria Marinha brasileira que cunhou o termo "Amazônia Azul", em referência ao tamanho da biodiversidade e dos bens naturais encontradas em sua área. No entanto, a área marítima é ainda maior do que porção brasileira da flo…

OTAN: Presença militar na fronteira com a Rússia não é considerável

O nível da presença militar da OTAN nas proximidades das fronteiras russas não pode ser considerado como significativo, afirmou à agência Sputnik, nesta sexta-feira, a porta-voz da aliança, Oana Lungescu.


Sputnik

“Essa presença sempre está se alterando e os seus níveis não chegam a ser significativos para definição de uma real presença de forças armadas”, disse a interlocutora da agência.


Exercícios da OTAN na Lituânia
© AP Photo/ Mindaugas Kulbis

Esta semana estão sendo realizados exercícios militares na Estônia, com participação da 510a esquadrilha de caças das forças aéreas dos EUA, cuja base fica em Aviano, na Itália. Durante as manobras, os caças ficarão na base de Emari, no país báltico. Além disso, 300 militares norte-americanos estão no país.

Em fevereiro, OTAN anunciou pretender duplicar as suas tropas no leste europeu, totalizando o número de 30 mil militares.

A Rússia tem demonstrado preocupação com as recentes movimentações da OTAN nas proximidades de suas fronteiras. Segundo o representante permanente da Rússia na OTAN, Aleksandr Grushko, o reforço das estruturas da aliança militar ocidental no leste europeu é uma ameaça para Moscou.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas