Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Exército Sírio é atacado a partir de área ocupada por EUA e FDS

Tropas do Exército Árabe Sírio que participam de uma ofensiva contra terroristas em Deir ez-Zor foram alvo de ataques lançados a partir de uma área dominada por militantes das Forças Democráticas da Síria (FDS) e unidades especiais das Forças Armadas americanas, conforme revelou o Ministério da Defesa da Rússia nesta terça-feira.
Sputnik

"No último dia, grupos de assalto das tropas governamentais sírias, com apoio da Força Aeroespacial russa, cruzaram o Eufrates e continuaram a expandir a cabeça de ponte capturada a leste de Deir ez-Zor, apesar da dura resistência dos militantes do Daesh", afirmou o porta-voz da Defesa russa, major-general Igor Konashenkov, destacando o avanço das forças de Damasco. 


Segundo o militar, as tropas leais ao presidente Bashar Assad conseguiram liberar uma área de 60 quilômetros quadrados na zona oriental, mas encontraram obstáculos.

"De acordo com relatos de comandantes sírios na linha de frente, o Exército Sírio sofre contra-ataques mais seve…

Pilotos russos fazem manobras com caças Su-33 sobre o Mar de Barents

Pilotos de caça russos realizaram exercícios táticos com mísseis ar-ar sobre o Mar de Barents, segundo informou o chefe do serviço de imprensa da Frota do Norte do Ministério da Defesa russo, Capitão Vadim Serga, nesta terça-feira (28). Ele explicou que foi treinada a capacidade de prontidão da aviação naval, com dezenas de voos com aviões Su-33.


Sputnik

No início deste mês, a Rússia fez com caças do mesmo modelo manobras de interceptação e de combate aéreo. A aviação da Frota do Norte ainda realizou, na semana passada, exercícios militares antinavio no Mar de Barents ao largo da costa noroeste do país.


Exercícios de aviação da Frota do Norte russa
© Sputnik/ Mikhail Fomichev

Estes pequenos treinos acontecem um mês depois de uma inspeção repentina de grande escala da Frota do Norte. Em março, dezenas de milhares de militares russos, 65 navios de guerra, 15 submarinos e 16 navios auxiliares participaram de uma semana de exercícios para testar a prontidão de combate da Frota do Norte.

A Rússia está aumentando sua presença no Ártico depois de rever em 2014 sua doutrina e incluir, pela primeira vez, a proteção dos interesses nacionais na região.


Postar um comentário