Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Kim Jong-un: Após 'declaração de guerra feroz', Trump e os EUA pagarão caro

Em um raro pronunciamento, o líder norte-coreano Kim Jong-un disse nesta sexta-feira (horário local) que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e seu povo "pagarão caro"pelas “palavras excêntricas” que pregaram a destruição da Coreia do Norte.
Sputnik

Em seu discurso na Assembleia Geral da ONU, Trump afirmou que os EUA estão prontos para a "destruição total" da Coreia do Norte, caso isso se faça necessário.


Além disso, o presidente estadunidense chamou Kim de "Homem Foguete", pelo que considera uma "tática suicida" de provocações contra Washington e o resto dos seus aliados na Ásia.

"Agora estou pensando muito sobre a resposta que ele poderia ter esperado quando ele se permitiu que palavras tão excêntricas tropeçassem da sua língua", disse Kim, em declarações reproduzidas pela Agência Central de Notícias da Coreia (KCNA).

"Qualquer coisa que Trump possa ter esperado, ele enfrentará resultados além de suas expectativas. Eu vou, …

Rússia terá força militar autossuficiente no Ártico até 2018

Uma força militar autossuficiente será formada no setor russo do Ártico até 2018, segundo afirmou um funcionário sênior do Ministério da Defesa russo nesta quarta-feira (1º).


Sputnik

"O grupo militar russo no Ártico será construído no continente e nas ilhas", disse o oficial, citado pela agência de notícias Itar-Tass. Segundo a fonte, o trabalho de construção já está em andamento e “até 2018 surgirá um grupo autossuficiente incorporando companhias de reconhecimento de rádio, assim como era no passado”.


Soldado russo no Ártico
© Igor Ageyenko
O funcionário disse ainda que a Rússia criará uma nova divisão de defesa aérea e outras unidades militares, incluindo forças de defesa espacial para o Ártico. Além disso, segundo ele, a Força Aérea e o Exército de Defesa Aérea serão armados com aeronaves de combate e de transporte.

O chamado comando estratégico integrado se tonou operacional no setor russo do Ártico a partir de 1º de dezembro de 2014. De acordo com informações prévias do chefe do Estado Maior russo, General do Exército Valery Gerasimov, o comando estratégico teria sob suas ordens uma Força Aérea e um Exército de Defesa Aérea. Além disso, um centro de treinamento especial também será criado no Ártico.



Postar um comentário