Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Embraer e Boeing acertam termos de parceria

Acordo prevê criação de uma nova empresa de aviação comercial, com 80% de participação da gigante americana. Boeing vai pagar 4,2 bilhões de dólares aos brasileiros. Transação precisa ser aprovada pelo governo federal.
Deutsch Welle

A Embraer e a gigante americana Boeing anunciaram nesta segunda-feira (17/12) a aprovação dos termos de uma parceria para criar uma nova empresa de aviação comercial. A execução do acerto ainda precisa do aval do governo brasileiro.


De acordo com a proposta, a Boeing deterá 80% de participação na joint venture pelo valor de 4,2 bilhões de dólares, enquanto a fabricante brasileira ficará com os 20% restantes.

"A expectativa é de que a parceria não terá impacto no lucro por ação da Boeing em 2020, passando a ter impacto positivo nos anos seguintes", diz um comunicado conjunto da Embraer e da Boeing divulgado para investidores.

As duas empresas informaram que a joint venture criada para a fabricação de aviões comerciais, que deve absorver toda a operação…

Síria aprova propostas da Rússia para resolver a guerra civil no país árabe

Uma delegação do governo da Síria concordou com as propostas estabelecidas pelos mediadores russos durante a segunda rodada de negociações, realizada em Moscou nesta semana para resolver a guerra civil síria, revelou uma fonte familiarizada com as negociações à Sputnik nesta quarta-feira (8).


Sputnik

A agenda proposta pela parte russa e aprovado pela Síria incluiria a avaliação da situação atual, a união de forças nacionais para enfrentar desafios, incluindo o terrorismo, e a construção da confiança entre a oposição e a sociedade civil, disse a fonte à Sputnik.


Ataques aéreos na Síria
© AP Photo/ Vadim Ghirda
Além disso, ela afirmou que o plano de Moscou descreve o estabelecimento de um processo político, bem como passos em fases, no âmbito de um programa de reconciliação nacional. A rodada anterior de negociações aconteceu no final de janeiro e rendeu os chamados Princípios de Moscou, delineando uma plataforma política para a reconciliação nacional.

Na terça-feira (7), o porta-voz do secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, saudou as conversações em curso, a primeira tentativa de resolver o conflito sírio em mais de um ano desde que uma conferência em Genebra não conseguiu produzir resultados.

A guerra civil síria resultou em mais de 220 mil mortes e forçou muitos milhões de pessoas a fugir de sua terra natal desde o seu início em 2011.



Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas