Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

China tira mais um 'trunfo' aos EUA criando catapultas eletromagnéticas para porta-aviões

A China desenvolveu sua própria catapulta eletromagnética para os porta-aviões, sendo que anteriormente os EUA eram o único país que usava esse tipo de equipamento. Fazendo isso, o país asiático tem como objetivo melhorar a capacidade de combate dos seus grupos aeronavais.
Sputnik

Engenheiros chineses testaram o protótipo da catapulta eletromagnética de fabricação nacional com aviões de combate J-15, afirmou o contra-almirante chinês Yin Zhuo à edição China Daily. O alto responsável militar especificou que os aviões efetuaram "milhares de decolagens" usando a catapulta.


As catapultas dos porta-aviões são utilizadas para dar um impulso extra à aeronave (o que não é necessário se a aeronave decola do chão), devido à pequena pista de aterrissagem dos porta-aviões. Anteriormente, esse impulso era produzido por vapor.

O dispositivo eletromagnético usa um cabo de aço que liga o avião à catapulta e o faz decolar. De acordo com a mídia, o uso da catapulta foi conseguido devido ao sucess…

Acidente com A400M na Espanha

Poder Aéreo

Um avião de transporte militar Airbus A400M, que tinha sido encomendado pela Turquia, caiu hoje (9) perto do aeroporto de Sevilha, informou a Airbus Defence and Space. O acidente vitimou até 10 pessoas.


acidente com A400M na espanha - foto Airbus

“Confirmamos que houve um acidente com um A400M em Sevilha”, disse a Airbus em comunicado. “Neste momento, podemos confirmar que a aeronave tinha a matrícula MSN23, uma aeronave prevista para o cliente turco”.

A Turquia assinou em 2003 um acordo para a compra de dez A400M, sendo que a última das unidades que deverá ser entregues em 2018. A Turquia já havia se queixado de um atraso na entrega das aeronaves.

Bélgica, França, Alemanha, Luxemburgo, Malásia, Espanha e Grã-Bretanha também encomendaram o A400M. As encomendas totalizam 174 das unidades, sendo 12 entregues e em operação, informou o site da Airbus. A empresa apelidou o avião do Grizzly.


Postar um comentário