Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

'Fora do normal': OTAN teria usado armas climáticas para atingir êxito em operação militar

Uma das teorias de conspiração mais populares é a possível influência humana no clima com armas de tecnologia de última geração. Neste contexto, ganhou talvez o maior destaque o projeto HAARP dos EUA. Oficial da Força Aérea russa e meteorologista, Yevgeny Tishkovetz, contou para a Sputnik até que ponto os humanos podem mudar condições climáticas.
Sputnik

O HAARP (High Frequency Active Auroral Research Program, em inglês) é um projeto financiado pelas Forças Armadas dos EUA que visa estudar a ionosfera para aperfeiçoamento de suas capacidades de comunicação por rádio e dos sistemas de vigilância com ajuda de tecnologias de ponta.


Há uma teoria de que o sistema HAARP teria sido utilizado na operação militar da OTAN na Iugoslávia em 1999. Yevgeny Tishkovetz, meteorologista do centro Fobos e ex-chefe do serviço meteorológico do Ministério da Defesa russo, disse à Sputnik Sérvia que o sistema pode ter sido realmente usado na Iugoslávia.

Segundo o oficial, a Aliança não tinha como realizar seus…

Aviação do Exército realiza treinamento especial para as Olimpíadas

Treinamento utilizou cinco tipos de aeronaves e óculos de visão noturna.
Durante três semanas, 270 homens participaram dos exercícios.


Nicole Melhado | G1 Vale do Paraíba e Região

Militares do Comando de Aviação do Exército (Cavex), em Taubaté (SP), estão sendo treinados para ações de combate ao terrorismo e situações de risco. Os exercícios simulam a atuação do grupo durante os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016. Os voos das 12 aeronaves foram feitos na região de Cachoeira Paulista, no interior de São Paulo.


operacao_luas1

De acordo com o Exército, foram três semanas de simulações de operações de embarque e desembarque de tropas especializadas, transporte de cargas externas, reconhecimento e navegação noturna. Participaram desta etapa do treino, que termina nesta semana e tem ênfase em voo noturno, 270 militares.
“Estão sendo utilizados cinco tipos de aeronaves, equipamentos de apoio como material de combate a incêndio, abastecimento, salvamento aéreo e resgate, óculos de visão noturna, entre outros”, explicou o tenente-coronel Cícero Ubiratan de Oliveira Santos, chefe da sessão de Comunicação Social do Cavex.

O treinamento passou ainda pelas cidades de Resende (RJ) e Lins (SP). Segundo o Comando de Aviação do Exército, até o período das Olimpíadas deverão ser realizados novos exercícios.

“As operações buscam se aproximar ao máximo da realidade que a Aviação poderá encontrar nas Olimpíadas”, afirmou ainda o tenente-coronel.


Postar um comentário