Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Embraer e Boeing acertam termos de parceria

Acordo prevê criação de uma nova empresa de aviação comercial, com 80% de participação da gigante americana. Boeing vai pagar 4,2 bilhões de dólares aos brasileiros. Transação precisa ser aprovada pelo governo federal.
Deutsch Welle

A Embraer e a gigante americana Boeing anunciaram nesta segunda-feira (17/12) a aprovação dos termos de uma parceria para criar uma nova empresa de aviação comercial. A execução do acerto ainda precisa do aval do governo brasileiro.


De acordo com a proposta, a Boeing deterá 80% de participação na joint venture pelo valor de 4,2 bilhões de dólares, enquanto a fabricante brasileira ficará com os 20% restantes.

"A expectativa é de que a parceria não terá impacto no lucro por ação da Boeing em 2020, passando a ter impacto positivo nos anos seguintes", diz um comunicado conjunto da Embraer e da Boeing divulgado para investidores.

As duas empresas informaram que a joint venture criada para a fabricação de aviões comerciais, que deve absorver toda a operação…

Bombardeio da coalizão internacional mata pelo menos 52 civis na Síria

As forças lideradas pelos EUA também estão mirando o grupo no Iraque


Correio do Brasil
com Reuters - de Beirute

O número de civis mortos em um ataque aéreo pelas forças lideradas pelos Estados Unidos na província síria de Aleppo subiu para 52, incluindo sete crianças, disse neste sábado um grupo que monitora o conflito.




Rami Abdulrahman, que dirige o Observatório para os Direitos Humanos, baseado na Grã-Bretanha, afirmou que o número de mortos pelo ataque de sexta-feira representa a maior perda de civis em um único ataque por forças norte-americanas e árabes desde que elas iniciaram os ataques aéreos contra grupos de militantes islâmicos extremistas na Síria, como o Estado Islâmico.

As forças lideradas pelos EUA também estão mirando o grupo no Iraque.

O observatório disse que a operação tinha erroneamente atingido civis em uma aldeia na margem oriental do rio Eufrates, na província de Aleppo, matando membros de pelo menos seis famílias.

Ataques liderados pelos Estados Unidos haviam matado pelo menos 66 civis na Síria desde o início das investidas em 23 de setembro, levando o total com o ataque de sexta-feira a pelo menos 118. A campanha também já matou cerca de 2.000 combatentes do Estado Islâmico, disse o observatório.

O grupo disse que pelo menos 13 pessoas ainda estão desaparecidas desde o ataque de sexta-feira.

Os Estados Unidos disseram que levam a sério relatos de vítimas civis em ataques liderados pelo país, e que cada alegação é investigada.


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas