Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Executiva da Huawei deixa a prisão após pagar fiança no Canadá; ex-diplomata canadense é preso na China

Justiça aceitou pedido da chinesa, que foi detida a pedido dos Estados Unidos e corria risco de extradição. Fiança estipulada fixada em US$ 7,5 milhões.
Por G1

A diretora financeira da Huawei, Meng Wanzhou, foi solta nesta quarta-feira (12) depois de passar 11 dias presa no Canadá.

A executiva teve aceito o pedido de liberdade condicional, por um juiz canadense. O valor da fiança foi fixado em 10 milhões de dólares canadenses (US$ 7,5 milhões).

Meng saiu da prisão poucas horas depois da ordem do juiz, informou o canal Global News.

"O risco de que não se apresente perante o tribunal (para uma audiência de extradição) pode ser reduzido a um nível aceitável, impondo as condições de fiança propostas por seu assessor", disse o juiz, aplaudido na sala do tribunal pelos partidários da empresa chinesa, informa a France Presse.

As condições de libertação incluem a entrega de seus dois passaportes, que permaneça em uma de suas residências de Vancouver e use tornozeleira eletrônica. Além dis…

Bombardeiro pesado Tu-160 será invisível a defesas antiaéreas

Grupo russo está desenvolvendo sistema de navegação, complexo de mira, sistema de controle de armas e outros equipamentos eletrônicos. 800 empresas estão envolvidas na modernização do bombardeiro pesado T-160.


Sputnik

O bombardeiro pesado Tupolev Tu-160 será equipado com um sistema rádio-eletrônico de combate avançado, altamente eficaz contra mísseis antiaéreos, relata o Consórcio de Tecnologias Radio-Eletrônicas (KRET, na sigla em russo).


 Tu-160

O KRET está desenvolvendo um novo sistema de navegação, um complexo de mira, um sistema de controle de armas e outros equipamentos eletrônicos. Um total de 800 firmas e organizações estão envolvidas na modernização da aeronave.

A empresa está desenvolvendo sistemas de controle do motor e de consumo de combustível, assim como um serviço de manutenção que ajudaria a tripulação em situações de força maior.

No dia 29 de abril, o ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu, visitou a Associação de Produção de Aeronaves de Kazan e pediu a continuidade da produção do Tu-160. "Não existe igual ao Tu-160 em aeronaves supersônicas", disse Shoigu.

O Tu-160 é um bombardeiro pesado/transportador de mísseis projetado pelo Tupolev Design Bureau na União Soviética no fim da década de 1970 e no começo dos anos 1980. A aeronave fez seu primeiro voo como parte da força aérea do país em 1987.

Na aviação de longa distância russa, o Tu-160 foi apelidado de "Cisne Branco". Sua construção original era "stealth" e permitia à aeronave manter-se no ar sem ser avistada por radares durante longas missões de combate. O Tu-160 tem 44 recordes mundiais em altitude de voo e alcance de operação. A marca mais recente a ser estabelecida foi a de 18 mil quilômetros durante um voo contínuo de 24 horas e 24 minutos.



Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas