Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Turquia não considera Patriot como alternativa ao S-400, diz parlamentar turco

Washington está negociando com Ancara quanto à possibilidade de fornecimento dos sistemas de defesa antiaérea norte-americanos Patriot no lugar dos S-400 russos, escreveu a revista turca Sabah, citando a assessora do Secretário de Estado dos EUA em questões políticas, Tina Kaidanow.
Sputnik

Kaidanow relevou que o Departamento do Estado está negociando com a Turquia para "tentar dar a entender aos turcos o que se pode fazer em relação aos Patriot".

"Estamos preocupados que a compra dos sistemas russos de defesa antiaérea seja uma espécie de apoio para a Rússia que, pelo que vimos, não se comporta bem em várias partes do mundo, inclusive na Europa", afirmou a assessora, citada pela edição turca.

Um representante do Ministério das Relações Exteriores turco, que pediu anonimato, comentou à Sputnik Turquia sobre a situação quanto às compras dos S-400 por Ancara, bem como quanto ao diálogo com os EUA.
"A nossa postura em relação aos S-400 foi reiterada por diversas vezes…

Chefe militar dos EUA na Europa pede que OTAN siga unida contra Putin

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, atacará a OTAN se a Organização não permanecer unida, disse o comandante do Exército americano na Europa, Ben Hodges.


Sputnik

"Tenho certeza de que um ataque preventivo à OTAN é muito possível se ele (Putin) acreditar que os Estados Unidos não ajudarem a Polônia, se o Reino Unido não apoiar a Letônia, ou se Portugal não ajudar a Estônia", disse durante uma conferência de chefes das forças terrestres da aliança celebrada em Oberammergau, na Alemanha.


Ben Hodges, comandante do Exército americano (EUA) na Europa
© AP Photo/ Sergei Chuzavkov

Segundo Hodges, "enquanto nos mantivermos unidos e mostrarmos nossa capacidade, não haverá um ataque russo."

A melhor maneira de mostrar solidariedade, segundo o militar americano, é realizar um forte programa de exercícios militares que demonstre o poderio e a resolução da OTAN.

O comandante do Exército dos Estados Unidos na Europa ressaltou que a operação de treinamento Anakonda "é uma mensagem estratégica a nossos parceiros de que estamos aqui e vamos apoiá-los e também é uma mensagem à Rússia de que estamos preparados para fazer o que for necessário para conter sua agressão."


Postar um comentário

Postagens mais visitadas