Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

O que acontece quando desaparece um submarino como o argentino ARA San Juan

As autoridades argentinas continuam com as buscas para tentar localizar o submarino ARA San Juan, que estava em uma missão de treinamento e desapareceu na última quarta com 44 tripulantes a bordo.
BBC Brasil


A Marinha argentina revelou que, no último contato, o subcomandante afirmou que a embarcação apresentava um curto-circuito no sistema de baterias.


O submarino fazia o trajeto entre o Ushuaia, no sul do país, e a base naval de Mar del Plata, mais ao norte, quando deixou de se comunicar e sumiu dos radares. Segundo a Marinha, a tripulação teria comida e oxigênio para mais dois dias.

O governo argentino conta com a ajuda de vários países para realizar as buscas, incluindo Brasil e Estados Unidos.

Mas quais são principais dificuldades em uma operação para localizar um submarino? A BBC tenta responder a esta e a outras perguntas sobre o tema.

Por que submarinos não podem ser detectados?


Os submarinos são construídos para serem difíceis de se encontrar. O papel deles é participar, com frequênc…

Começou o exercício multinacional de operadores do Gripen, o Lion Effort 2015

Nesta edição que vai até 24 de maio, o exercício que ocorre a cada três anos é realizado na República Tcheca


Poder Aéreo

Entre os dias 11 e 24 de maio, a Base Aérea de Čáslav na República Tcheca é o palco para o exercício Lion Effort 2015, que reúne operadores do caça sueco Saab Gripen. O exercício é realizado a cada três anos. Além dos jatos da Força Aérea da República Tcheca, também participam os caças da Suécia e da Hungria, além de representantes da Força Aérea Real Tailandesa. Esta edição conta também com a participação de caças F-16 da Polônia e Eurofighter da Alemanha, operando a partir de suas próprias bases aéreas, conforme informado por nota da Saab.


Gripen - foto 2 Min Def República Tcheca

Falando em Eurofighter, vale lembrar que em março deste ano quatro caças Typhoon britânicos realizaram treinamentos de combate ar-ar com jatos Gripen tchecos a partir de Čáslav, durante dois dias (13 e 16/3), com engajamentos 1×1 e 2×2. Na ocasião, os jatos da RAF (Força Aérea Real Britânica) vieram da Base Aérea de Coningsby, e nota do Ministério da Defesa da República Tcheca já informava sobre a nova oportunidade de operações com o Eurofighter, desta vez da Alemanha, no exercício que começou agora.

Outras aeronaves tchecas no Lion Effort 2015


Os tchecos também operarão os caças leves L-159, assim como aviões de transporte CASA, helicópteros de ataque Mi-24 e de transporte Mi-171. O exercício também conta com a assistência de plataformas AWACS (sistema de controle e alerta aeroembarcado) da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), que operarão a partir da Polônia.

A nota da Saab divulgou alguns eventos importantes que ocorrerão em Čáslav durante o exercício:


14 de maio – “spotters day” (dia dos fotógrafos de aeronaves)
21 de maio – dia para visitantes VIP, com participação do chefe do Estado-Maior, general Josef Bečvář, e comandantes de forças aéreas parceiras e aliadas
22 de maio – celebração dos 10 anos de operação do Gripen na Força Aérea da República Tcheca, com presença de comandantes e outros convidadeos importantes
23 de maio – dia de “portões abertos”, incluindo show aéreo

Os aviões envolvidos no Lion Effort 2015 realizam treinamento de táticas, técnicas e procedimentos ar-ar com vistas à cooperação e operação conjunta. A primeira edição do Lion Effort ocorreu na Hungria em 2009, seguida da Suécia em 2012. A África do Sul está decidindo se abrigará a quarta edição em 2018.


Postar um comentário