Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

O que acontece quando desaparece um submarino como o argentino ARA San Juan

As autoridades argentinas continuam com as buscas para tentar localizar o submarino ARA San Juan, que estava em uma missão de treinamento e desapareceu na última quarta com 44 tripulantes a bordo.
BBC Brasil


A Marinha argentina revelou que, no último contato, o subcomandante afirmou que a embarcação apresentava um curto-circuito no sistema de baterias.


O submarino fazia o trajeto entre o Ushuaia, no sul do país, e a base naval de Mar del Plata, mais ao norte, quando deixou de se comunicar e sumiu dos radares. Segundo a Marinha, a tripulação teria comida e oxigênio para mais dois dias.

O governo argentino conta com a ajuda de vários países para realizar as buscas, incluindo Brasil e Estados Unidos.

Mas quais são principais dificuldades em uma operação para localizar um submarino? A BBC tenta responder a esta e a outras perguntas sobre o tema.

Por que submarinos não podem ser detectados?


Os submarinos são construídos para serem difíceis de se encontrar. O papel deles é participar, com frequênc…

Entrevista com Jaques Wagner: compra dos Pantsir não deve ser concluída até as Olimpíadas

Ministro falou sobre cooperação técnico-militar Brasil-Rússia, comentou a aquisição dos helicópteros russos MI-35 e avisou: dificilmente a compra dos carros antiaéreos Pantsir será concluída até as Olimpíadas.


Sputnik

Este sábado, logo após a realização da Parada Militar, o ministro da Defesa do Brasil, Jaques Wagner, que está em Moscou representando a presidenta Dilma Rousseff, concedeu entrevista à Sputnik e à Rede Globo. O diretor da Sputnik Brasil, Aleksandr Medvedovsky, acompanhado do jornalista Konstantin Kuznetsov, encontrou o ministro em um hotel no centro de Moscou, onde foi realizada a entrevista.


Sistema de defesa russo Pantsir S1
© AP Photo/ Alexander Zemlianichenk

Gostaríamos de fazer uma pergunta sobre a cooperação técnico-militar entre Brasil e Rússia. Durante a exposição de armamentos LAAD-2015, realizada no Rio de Janeiro, muito se falou sobre a possibilidade de compra de helicópteros russos K-32. Essa possibilidade realmente existe?

Nós compramos helicópteros russos que estão em Porto Velho, em Rondônia. Acredito que a perspectiva mais palpável de aquisição brasileira seria o carro antiaéreo Pantsir. A presidenta assumiu esse compromisso, mas a compra atrasou. Estamos com problemas de aperto fiscal este ano, mas eu conversei com Embaixador da Rússia no Brasil e acho que rapidamente poderemos estar fazendo o pedido de oferta de preços, por que na verdade até agora nem isso foi feito.

Os helicópteros serão usados durante os Jogos Olímpicos como um dos elementos de segurança?

Eles podem ser requisitados. Na verdade eles estão todos baseados nessa base em Rondônia. Eles fazem um outro serviço, mais voltado para a fronteira brasileira. Se houver um entendimento da Aeronáutica de que é importante trazé-los para participar da cobertura da Olimpíada, eles virão.

Então a compra dos Pantsir dificilmente será concluída até as Olimpíadas?

Eu acho muito difícil. Teríamos que fazer um contrato agora (para que isso fosse possível). No momento somente vamos fazer a formalização do pedido para uma oferta dos russos. Por isso eu acho que até a Olimpíada dificilmente conseguimos (comprar os Pantsir).



Postar um comentário