Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Pyongyang: 3 porta-aviões perto da Coreia do Norte são uma ameaça de guerra nuclear

A ONU "fecha os olhos aos exercícios de guerra nuclear dos EUA, que estão empenhados em causar um desastre catastrófico para a humanidade", declarou o embaixador norte-coreano na ONU, Ja Song-nam.
Sputnik

As autoridades norte-coreanas classificaram na segunda (13) o deslocamento sem precedentes de 3 grupos de porta-aviões dos EUA para a zona da península da Coreia como uma "postura de ataque".


O representante norte-coreano permanente na ONU, Ja Song-nam, expressou em uma carta enviada ao secretário-geral da ONU o descontentamento do seu governo com os exercícios militares de Seul, Tóquio e Washington. Estes, segundo o diplomata, estão criando "a pior situação para a península da Coreia e seus arredores".

"Os EUA são os principais responsáveis por escalar as tensões e comprometer a paz", declarou Ja Song-nam.

Além da presença de 3 porta-aviões estadunidenses (Nimitz, Ronald Reagan e Theodore Roosevelt), Washington continua realizando voos de bombarde…

Novo veículo de combate russo terá controle semelhante a de videogame

O novo veículo de combate russo Kurganets-25 apresenta uma inovação que agradará bastante aos militares mais jovens. O blindado não tem volante, sendo comandado por um controle semelhante ao de um videogame, segundo revelou à mídia russa o vice-presidente da empresa responsável pelo projeto, Albert Bakov.


Sputnik


Moscow. Rehearsal for parade marking 70th anniversary of victory in the Great Patriotic War
© Sputnik/ Ramil Sitdikov

O executivo afirmou que passou dois anos tentando convencer os designers a fazer o controle semelhante ao de um Playstation "para torná-lo mais fácil para um jovem soldado." De acordo com Bakov, a ideia de coordenação esquerda-direita, assim como o fato da forma de um gamepad ter sido aperfeiçoada por décadas, mostra a boa escolha, além de ser mais seguro e ocupar menos espaço do que um volante.

O Kurganets-25 está passando por testes no exército russo e sua produção em massa é prevista para começar em 2016.


Postar um comentário