Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA criticam bombardeiros russos na Venezuela: "Nós mandamos navio-hospital"

O coronel Robert Manning, porta-voz do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, criticou com veemência nesta segunda-feira o envio de bombardeiros russos à Venezuela e citou o envio de navio-hospital à região como exemplo do compromisso de Washington com a região.
EFE

Washington - "O enfoque dos EUA sobre a região difere do enfoque da Rússia. No meio da tragédia, a Rússia envia bombardeiros à Venezuela e nós mandamos um navio-hospital", declarou Manning durante uma entrevista coletiva realizada hoje no Pentágono.


O militar se referia com estas palavras ao USNS Comfort, que partiu em meados de outubro rumo à América Central e à América do Sul para oferecer ajuda sanitária aos milhares de refugiados venezuelanos amparados por diversos países da região.

"Enquanto nós oferecemos ajuda humanitária, a Rússia envia bombardeiros", lamentou Manning em referência ao envio uma esquadrilha de aviões russos, incluindo dois bombardeiros estratégicos T-160, capazes de carregar bomb…

OTAN inicia manobras navais antissubmarino na Noruega

O Comando Marítimo da OTAN informou em comunicado nesta segunda-feira (4) o início dos exercícios navais antissubmarino Dynamic Mongoose 2015, na costa oeste da Noruega. As manobras em larga escala, que vão até o dia 14, envolvem um total de 20 navios de guerra, aeronaves e submarinos, e são as terceiras realizadas pela Aliança no país desde 2012.


Sputnik


Os exercícios anteriores tiveram como foco a procura, a detecção e a destruição de submarinos pertencentes a um inimigo hipotético. Os deste ano diferem das manobras anteriores e envolvem a participação da Suécia, país que não faz parte da OTAN.

U33, submarino alemão da classe 212, se prepara para os exercícios da OTAN Dynamic Mangoose 2015 perto de Bergen, na costa oeste da Noruega.
© REUTERS/ Balazs Koranyi
O comando operacional das forças armadas norueguesas disse anteriormente que a Noruega enviaria sua fragata antissubmarino da classe Fridtjof Nansen para participar dos Dynamic Mongoose 2015.

No ano passado, os exercícios envolveram militares de oito países, 10 navios de guerra, três submarinos, três aviões de patrulha e helicópteros.

Em 2013, foram sete países membros da OTAN fornecendo quatro navios de guerra, 11 aviões e helicópteros e quatro submarinos.

Já as manobras de 2015 envolvem a participação de 11 países, incluindo a Suécia, e mais de cinco mil militares. A sede da operação está localizada na base naval norueguesa de Haakonsvern, perto de Bergen, bem como no aeródromo de Sola da Força Aérea norueguesa em Stavanger.

O planejamento e a coordenação do Dynamic Mongoose 2015 são exercidos pelo Comando Submarino da OTAN na base de Northwood, no Reino Unido.

O aumento das atividades militares da organização ocidental vem suscitando questionamentos e preocupações por parte de Moscou. Segundo o jornal alemão Frankfurter Allgemeine, os comandos militares da Rússia e da OTAN instalaram uma linha telefônica direta para o caso de crise. Se confirmada a notícia, será a primeira vez desde a Guerra Fria que as duas partes passam novamente a ter uma forma de comunicação direta entre suas respectivas chefias militares.


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas