Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

ONG: EUA mobiliza terroristas no sul da Síria para atacar Ghouta Oriental

Os militares norte-americanos estão mobilizando combatentes de diversos grupos armados com objetivo de atacar os subúrbios orientais de Damasco, disse à Sputnik o chefe da rede de direitos humanos na Síria, Ahmad Kazem.
Sputnik

"Neste momento os EUA estão juntando os combatentes do Daesh e outros grupos, inclusive os de Idlib, e tenta os transferir para At-Tanf e depois para Ghouta Oriental (subúrbio de Damasco), com objetivo de se contrapor ao exército sírio, que pretende liberar a região dos terroristas", disse Kazem. 


Segundo o defensor dos direitos humanos, os financiadores da Arábia Saudita ordenaram que os terroristas já localizados em Guta Oriental empreendam o máximo dos esforços para resistir às tropas de Damasco.

"Eles continuarão a atacar Damasco de forma caótica com seus morteiros", acrescentou o entrevistado.

Os terroristas, que tomaram o subúrbio oriental de Damasco, continuam a disparar contra os bairros centrais e residenciais da capital síria. Nesta qui…

Premiê iraquiano: Estado Islâmico está mais fraco

O grupo radical terrorista Estado Islâmico no Iraque está enfraquecido e está deixando suas posições, declarou o premiê do país, Haider Abadi, neste domingo (3).


Sputnik

As forças iraquianas libertaram todos os territórios da província de Diyala e a maior parte dos territórios da província de Salahuddin, disse Abadi em Bagdá depois da reunião com o seu homólogo canadense, Stephen Harper.


Um militante do Estado Islâmico caminha sobre escombros na Síria.
© AFP 2015/ AFPTV / AFP

"O Estado islâmico está recuando e é mais fraco agora. Graças a Deus já foram libertados todos os territórios da província de Diyala e maior parte dos territórios da província de Salahuddin, e Bagdá hoje tornou-se mais segura do que em qualquer outro momento." No sábado, 2 de maio, a capital iraquiana Bagdá foi abalada por duas explosões, matando 17 pessoas. Os militantes do Estado Islâmico assumiram a responsabilidade pelos ataques, relatou a mídia local.

Ainda no mesmo dia, a Missão de Assistência das Nações Unidas para o Iraque divulgou o seu relatório mensal, revelando que mais de 800 pessoas foram mortas em atos de violência e terrorismo no país. As cidades de Bagdá, Diyala e Salahuddin estão entre as áreas particularmente atingidas pela violência, segundo a ONU.



Postar um comentário