Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

China tira mais um 'trunfo' aos EUA criando catapultas eletromagnéticas para porta-aviões

A China desenvolveu sua própria catapulta eletromagnética para os porta-aviões, sendo que anteriormente os EUA eram o único país que usava esse tipo de equipamento. Fazendo isso, o país asiático tem como objetivo melhorar a capacidade de combate dos seus grupos aeronavais.
Sputnik

Engenheiros chineses testaram o protótipo da catapulta eletromagnética de fabricação nacional com aviões de combate J-15, afirmou o contra-almirante chinês Yin Zhuo à edição China Daily. O alto responsável militar especificou que os aviões efetuaram "milhares de decolagens" usando a catapulta.


As catapultas dos porta-aviões são utilizadas para dar um impulso extra à aeronave (o que não é necessário se a aeronave decola do chão), devido à pequena pista de aterrissagem dos porta-aviões. Anteriormente, esse impulso era produzido por vapor.

O dispositivo eletromagnético usa um cabo de aço que liga o avião à catapulta e o faz decolar. De acordo com a mídia, o uso da catapulta foi conseguido devido ao sucess…

Rússia anuncia novas vendas de sistemas de defesa antiaérea para Brasil

Agência de exportação de armamentos negocia venda de tecnologia ao país latino-americano, segundo chefe de delegação em Lima


Vzgliad

A agência russa de exportação de armamentos Rosoboronexport está negociando com o Brasil a venda de tecnologias de defesa antiaérea, segundo anunciou Serguêi Ladíguin, chefe da delegação em exposição do setor em Lima, no Peru.


Rússia anuncia novas vendas de sistemas de defesa antiaérea para Brasil

"Fechamos um memorando de parceria técnica com o consórcio Odebrecht Defesa e Tecnologia, do qual faz parte a companhia Mectron. Agora, estamos conduzindo negociações acerca de alguns projetos que preveem a transmissão de tecnologia, inclusive no ramo de sistemas de defesa antiaérea", disse Ladíguin à agência Ria Nôvosti.

Ele ressaltou que as conversações da Rosoboronexport sobre helicópteros são feitas com outras companhias brasileiras.

"No que diz respeito à Embraer, estamos abertos a parcerias com essa companhia, caso surja interesse mútuo", disse ainda Ladíguin.

Anteriormente, ele anunciou que a Rosoboronexport conduz uma política lógica de fortalecimento de posição nos países da América Latina.

"Nossos concorrentes ocidentais têm uma posição muito forte aqui, por isso o processo é complicado. Mas a tendência de aproximação na esfera da defesa é evidente", disse.


Postar um comentário